A comunidade britânica está se sentindo cada vez mais ‘sem chão’ por causa da grande indefinição: o Brexit será adiado ou não? Declarações da mídia do Reino Unido nos últimos dias dão a entender que após a atuação dos defensores e objetores do Brexit, agora surgiram os aceleradores e os retentores do processo.

Segundo uma reportagem do Sunday Times, mesmo no governo existem dúvidas quanto a se o Brexit deve começar já ou ser adiado por mais 2 anos.

 

Brexit – a divisão

Segundo o periódico, há boas chances de que a conclusão do Brexit seja adiada para o final de 2019. A justificativa seria de que o governo do Reino Unido ainda não está preparado para a mudança.

A votação pela saída da UE ocorreu em 23 de junho, mas existem diferentes visões sobre quando se deveria iniciar o Artigo 50, que começaria a contagem com prazo de dois anos para o Reino Unido deixar o bloco. Porém, os políticos mais experientes querem acelerar essa aparente demora.

A primeira-ministra Theresa May, que fez campanha para a permanência do Reino Unido na UE, disse que não vai estimular as negociações do Brexit este ano. Um fonte segura do jornal britânico disse que os ministros estão pensando que a ativação do Artigo 50 poderia ser adiada até o outono de 2017.

Theresa May foi questionada sobre isso. Sua porta-voz respondeu: “A primeira-ministra foi clara de que a prioridade desse governo é entregar a decisão do povo britânico de deixar a UE e fazer do Brexit um sucesso.”

 

Brexit

Segunda a porta-voz de May, “a prioridade desse governo é entregar a decisão do povo britânico de deixar a UE e fazer do Brexit um sucesso.”

 

Líderes europeus têm posições firmes quanto à velocidade da saída do Reino Unido da UE. Segundo a chanceler alemã Angela Merkel, embora seja compreensível que o Reino Unido leve alguns meses para definir sua estratégia, “ninguém quer um longo período de limbo.”

Portanto, a divisão que existe na Europa sobre a efetivação do Brexit ainda causa muita incerteza na população londrina. É preciso estar atento aos noticiários para entender o que o governo britânico fará nas próximas semanas.

Essa notícia deixou você bem informado? Se quiser saber mais sobre Londres, baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso”.