A cédula escocesa com o rosto de uma mulher que não faz parte da realeza britânica – a cientista Mary Somerville será a primeira a conseguir tal feito! Somerville, que desempenhou papel fundamental para a descoberta do planeta Netuno, vai aparecer nas notas de dez libras a partir de 2017. A confirmação foi feita após um inquérito para saber se houve fraude na votação organizada pelo Royal Bank of Scotland (RBS).

Mais de 4.100 pessoas votaram no Facebook para que o nome da escocesa estampasse as notas do RBS. Mesmo assim, ela ficou atrás de Thomas Telford, engenheiro civil. Porém, uma enxurrada de votos para Telford (que possuía pouco mais de 500 votos) no último dia de votação, com inúmeros cliques provenientes da Índia, fez com que uma investigação fosse aberta.

Após discussões entre Facebook e o RBS, os votos de Telford foram cancelados e Somerville teve o nome confirmado nas notas. A cientista será a primeira mulher que não seja a rainha a aparecer em uma cédula do banco escocês desde quando começaram a ser impressas, em 1727.

Nascida em 1780, ela teve papel fundamental na descoberta de Netuno, graças a sua pesquisa sobre a probabilidade de planeta permeando a órbita de Urano. Ela também é referência para as mulheres nas universidades, tendo seu nome ligado à faculdade de Oxford que recebia apenas mulheres. O Somerville College, fundado em 1879, recebeu, entre outros, a ex-primeira-ministra Margaret Thatcher e a ex-primeira-ministra indiana Indira Gandhi.

 

Influência inglesa na cédula escocesa

A decisão do RBS em incluir uma mulher em suas cédulas segue uma linha traçada em 2013, quando o Banco da Inglaterra enfrentou muitas críticas ao optar pela substituição de Elizabeth Fry por Winston Churchill na nota de £ 5. As notas com Churchill estão programadas para circular a partir de setembro. Tal decisão deixaria as notas inglesas sem mulheres, mas uma campanha fez com que o rosto da autora Jane Austen seja impresso nas notas de £10 a partir da mesma data.

Quer mais dicas sobre Londres? Baixe agora mesmo gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso”.