Como entrar na universidade em Londres

Quer estudar no Reino Unido? Prepare-se já!

Instituições como a tradicional Universidade de Oxford ou a supermoderna London School of Arts ainda contam com uma minoria de estudantes brasileiros. Mas o momento do Brasil no exterior é muito bom e o Reino Unido, em especial, está com os ouvidos abertos e olhos atentos para os nossos talentos. O que você precisa fazer é se organizar.

Em 2012, ocorreu uma parceria entre os governos britânico e brasileiro para enviar 10 mil estudantes brasileiros para o Reino Unido, nos próximos quatro anos. Então, ainda dá tempo de aproveitar esse acordo a seu favor.

Tenha em mente que o ano letivo começa em setembro e que você terá que se movimentar, pelo menos, oito meses antes, para juntar todos os documentos e expedi-los à universidade, via consulado. Aqui não há um processo seletivo como o Vestibular. As universidades estão interessadas em saber se você tem conhecimento na área e capacidade de pesquisa.

Claro, saber inglês é fundamental, mas não exclusivo. Comece a entrar em grupos na rede social para trocar ideias sobre qual curso ou universidade mais se adaptaria ao seu perfil. Conversar com gente local é a melhor maneira de se inteirar sobre a realidade estudantil fora do país.

No Vimeo, por exemplo, você encontra o depoimento de alguns estudantes brasileiros que vieram estudar no Reino Unido.

No Reino Unido e na Europa em geral, os professores e orientadores te dão muito mais liberdade para você fazer a sua pesquisa, mas também podem cobrar mais, caso você seja relapso. Não se esqueça: aqui estão as melhores bibliotecas do mundo. Basta vislumbrar a escadaria da British Library, em Londres, para você se maravilhar.

Caso você já esteja matriculado numa universidade no Brasil e queira complementar sua formação no exterior, é ainda mais fácil. Muitas universidades têm convênios com as federais e estaduais no Brasil. Procure se informar nos sites das universidades no Reino Unido. Geralmente, eles divulgam mais democraticamente os intercâmbios do que no Brasil, onde a informação ainda é um bem valioso e secreto. (Veja o site da Study London, que oferece uma lista das universidades britânicas que mantém convênios com o programa Brasil sem Fronteiras.)

Alguns sites e programas de apoio aos estudantes brasileiros são importantes. Cadastre-se para receber newsletters de:

ABEP: Associação Brasileira de Estudantes de Pós-Graduação: www.abep.org.uk

Ciência sem Fronteiras: www.cienciasemfronteiras.gov.br

Study London: www.studylondon.ac.uk

Education UK Brasil: www.vimeo.com/m/channels/educationukbrasil

Passo a passo para ingressar nas universidades de Londres:

  1. Escolha o curso. Você pode escolher até três opções.
  2. Pesquise a universidade que poderá oferecer aquele curso a estrangeiros. Escreva à secretaria de estudantes estrangeiros para saber os prazos de inscrição e as condições.
  3. Verifique se essa universidade está participando do Programa Ciência Sem Fronteiras.
  4. Contate o consulado do Reino Unido da cidade mais perto onde você mora. Seus documentos, traduzidos por um tradutor juramentado, deverão ser enviados ao British Council.
  5. Verifique se a universidade oferece alojamento ou procure um quarto para alugar em sites pela internet. Um dos mais populares é o Gumtree

    Siga as dicas e bons estudos!

    Minhas dicas foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.