Antes de tudo, a proposta aqui é ajudar estudantes que procuram um emprego em meio-período, sem grandes pretensões para quem está recém-chegando na capital do Reino Unido. Obviamente, a partir do momento em que o seu inglês e o seu curriculum passam a se tornar mais incrementados, não desista de procurar algo que esteja mais de acordo com o seu perfil ou formação.

Mas se você chegou agora e topa qualquer parada para ir se habituando com a rotina de um emprego no Reino Unido, recomendo dois sites de classificados líderes de audiência. O mais famoso é o GumTree (www.gumtree.com). Aqui, não são apenas empregos, mas também compra de produtos e lugares para morar que estão em oferta. O segundo é o TNT Jobs (www.tntjobs.co.uk). Ele pertence à editora responsável pela revista TNT, distribuída gratuitamente todas as segundas-feira e uma das principais publicações de dicas de cultura e lazer de Londres.

A outra sugestão é: seja paciente e perseverante. Você pode mandar uma dezena de curriculuns para os anúncios disponíveis e poucos podem responder, mas é assim mesmo. A concorrência é grande para as vagas mais modestas, que concentram as atenções da maior parte de estudantes do mundo todo. E não são poucos em Londres. E esteja consciente que jovens muito qualificados e graduados nas mais diversas especialidades estarão competindo com você por aquilo que – às vezes preconceituosamente, às vezes jocosamente – se chama por aqui de “subemprego“.

Além dos dois websites, procurar na internet informações para se candidatar a vagas em grandes redes é uma ótima pedida. Como não poderia deixar de ser, o McDonald’s é um dos preferidos, assim como grandes lojas de café como Starbucks, Cafe Nero e Costa, além de lancherias lideradas pela rede Pret a Manger e EAT. Você também pode procurar pelo Burger King, KFC e Nando’s. Normalmente, tais empresas apostam em jovens motivados com flexibilidade de horário, fornecendo um salário inicial razoável, benefícios e treinamento. Por sinal, o salário nestas categorias de emprego é medido por hora. O mínimo-hora, hoje, é de 5,80 libras.

Já trabalhos temporários através de agências são uma boa pedida para quem quer flexibilidade de horário. Essa categoria de emprego é chamada “catering“, e normalmente são atividades como a de garçom, recepcionista e promoters em hotéis, estádios de futebol e outros eventos. E caminhe pela cidade. Além da prazerosa atividade de turismo, observe com atenção em pubs, danceterias, lojas e restaurantes possíveis placas escritas “staff wanted”.

Por fim, outro ponto importante é a elaboração de um curriculum em inglês, o que não é fácil. Mas a internet é terreno fértil de modelos. Procure um exemplar europeu de CV, você verá que é um pouco diferente do brasileiro, e isso conta pontos junto aos gerentes.

Minhas dicas foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.