O Reino Unido deixará a União Europeia. Em uma decisão histórica, 51.9% da população optou por deixar o bloco econômico.  No total, 17.410.742 votaram pela saída do país do bloco, contra 16.141.241 que votaram pela permanência.

Especialistas afirmam, no entanto, que a negociação para desligamento do bloco, o qual pertencem desde 1975, deve durar até dois anos.

Na capital Londres, um contraste: 60% da cidade votou pela permanência do país no bloco, contra 40%.

O primeiro-ministro britânico David Cameron, que prometeu convocar o referendo quando venceu as eleições parlamentares de 2015, deve se pronunciar ainda na manhã desta sexta-feira.

Nigel Farage, líder do partido nacionalista Ukip, afirmou ainda na madrugada que a saída do bloco era a “vitória das pessoas verdadeiras, das pessoas comuns e das pessoas decentes”.

_89713031_gettyflags

Mercado Fincanceiro

O resultado da saída do Reino Unido da UE teve repercussão direta nas bolsas de valores asiáticas. A Bolsa de Tóquio recuava 8%, e Hong Kong e Sydney perdiam algo em torno de 3% no final da manhã (horário local).

Por volta das 7h15 (horário de Londres), a libra esterlina era cotada a US$ 1,3466, seu nível mais baixo em relação à moeda americana desde 1985. Minutos depois, caía a US$ 1,33.

Leia também: David Cameron Renuncia após decisão.

Deixe seu comentário aqui embaixo sobre esta decisão histórica.

As informações foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.