Cidades da Inglaterra: Manchester – A segunda mais importante 

Manchester foi onde nasceu a Revolução Industrial. Por isso, como herança, a cidade é um centro econômico bastante importante para o Reino Unido. Na cola, a diversidade arquitetônica é outra caracteristica singular. Em Manchester, você encontra lado a lado um edifício gótico e outro de estruturas de metal e vidro contemporâneas. Planeje pelo menos dois dias para aproveitar a cidade.

ATRAÇÕES

Ao chegar, vá até o centro de informações turísticas. Lá você vai encontrar mapas e folhetos interessantes sobre o que fazer na cidade. Eis o endereço:

Manchester Visitor Information Centre

Piccadilly Plaza
Portland Street
Manchester
M1 4BT
+44 (0)871 222 8223

Você pode passar algumas horas do dia, percorrendo os edifícios principais da Era Industrial. Comece pelos Ancoats, conhecida como “a oficina do mundo”. Muitos dos seus moinhos se relacionavam às indústrias têxteis, especialmente a do algodão, à indústria química e a de vidro. A Anita Street era antigamente chamada de Sanitary Street, por razões de higiene dos trabalhadores.

ancoats-manchester

Em seguida, vá até o Castlefield, parte da cidade que conserva ruínas romanas datadas de 49 dC. O Bridgewater Canal foi o primeiro sistema de canalização de água da região. Tente pensar na importância disso para o desenvolvimento da nação como potência industrial.

castlefield-manchester

Para finalizar o “roteiro industrial”, dê um pulo no MoSI, ou Museum of Science and Industry. Na galeria dedicada à Revolução Industrial, os visitantes ganham um código de barras que lhe dá o direito de participar de vários jogos. Dá até para tirar foto e “expor” numa imensa escultura digital. A entrada é franca e o museu está aberto das 10h às 17h todos os dias.  O site é: www.mosi.org.uk

mois-manchester

Se o seu objetivo é fazer compras, Manchester é um oásis. O melhor exemplo é o Trafford Centre. Situado a 5 milhas do centro da cidade, há mais de 200 lojas neste paraíso de bulevares de mármore e granito, bem fake, tipo Las Vegas. E não é só compras que o Trafford Centre oferece: tem sempre alguma coisa acontecendo, de première de filmes a bailes, vida marinha e Legoland. Veja aqui como chegar ate lá: http://intu.co.uk/traffordcentre.

Também tem Copacabana em Manchester. Trata-se de um clube, meio brasileiro, meio hispânico, para inglês ver. A programação de verão inclui aulas de salsa e descontos em lojas do shopping.

Igualmente impressionante é o edifício da biblioteca John Reynolds. De estilo neo-gótico, além do acervo de coleções raras, o prédio abriga exposições e tours em espanhol. Cenário de conto de Borges!

biblioteca-John-Reynolds

COMO CHEGAR

É bem fácil chegar a Manchester. Os trens da Northern Rail oferecem serviço regular e direto às estações Manchester Oxford Road, Piccadilly ou Victoria. Cheque a disponibilidade e preços no site: www.thetrainline.com
Há descontos para mais de 4 passageiros.

Se estiver vindo de mais longe, confira também a First Transpennine Express. Você pode poupar até 50% nos trens se reservar com antecedência. Clique www.tpexpress.co.uk para se informar.

Você também pode ir de ônibus. Veja as tarifas e horários aqui: www.nationalexpress.com.

ONDE FICAR

Há opções para todos os bolsos. Do luxuoso Lowry Hotel ao correto Mercure Manchester Piccadilly.
Confira: www.visitmanchester.com/stay/

Site oficial: www.visitmanchester.com

Minhas dicas foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.