Pontos Turísticos de Londres: National Gallery

 

A National Gallery é um dos pontos turísticos de Londres que ocupa o segundo lugar das TOP 10 atrações de Londres. O museu possui mais de duas mil pinturas da Europa Ocidental, desde a Idade Média até o século XX. Descubra a arte inspiradora de Botticelli, Leonardo da Vinci, Rembrandt, Turner, Renoir, Van Gogh e muitos outros. O acervo da galeria pertence ao público e por isso a entrada é gratuita. Há mostras especiais, palestras, vídeos e eventos para crianças e adultos. Não dá para não ir!

HORÁRIOS
Diariamente, das 10h às 18h. Sextas, das 10h às 21h. Fecha no dia 1º de janeiro e entre 24 e 26 de dezembro. Última admissão às 17h55.

COMO CHEGAR
O endereço do museu é: Trafalgar Square, London, WC2N 5DN. A estação de metrô mais perto é a Charing Cross. Há diversos ônibus para o Centro também.

 

Por que você não pode perder a National Gallery?

1. Ilumine-se de arte. Aqui estão alguns dos mais procurados pintores de todos os tempos, como Van Gogh, da Vinci, Botticelli, Constable, Renoir, Titian e Stubbs, Monet e Cézanne.

elondres-portraits-national-gallery
2. Os áudio tours são supertemáticos! Veja este roteiro especial para os românticos, “The Lover’s Tour” que contém 8 sugestões de quadros, com temas como a sedução, super-heróis e amor proibido.

3. Ponto-de-encontro. Você pode sugerir aos amigos encontrar-se nas escadarias da entrada principal, numa happy hour de sexta-feira. Isto porque o museu está localizado numa região central de Londres e das escadarias é possível ter um visão deslumbrante do Big Ben.

4. Sabendo mais! O museu criou um sistema multimídia interativo fabuloso, o “ArtStar”, que te ajuda a explorar a coleção mais a fundo. Através de touch-screens de alta qualidade, você acessa as 30 maiores pinturas da galeria e descobre curiosidades. Você não precisa ser um historiador de arte nem um nerd para ficar por dentro de tudo.

elondres-inside-national-gallery

5. Relaxe! Tá chovendo lá fora, muito frio? Corra para dentro do museu e relaxe na frente de uma cena impressionista de Monet, por exemplo. Os impressionistas costumavam começar (e às vezes até terminar) as suas pinturas ao ar livre, em vez de trancados num estúdio. A técnica de pinceladas rápidas é prova visível disso.

ONDE COMER
O museu oferece dois espaços para comer: o National Café e o National Dining Room. O espaço do café é mesmo para uma paradinha rápida, pois a movimentação é sempre grande. Mas se você for ao restaurante, a cargo do restauranteur Oliver Peyton, com projeto arquitetônico de David Collins, o cardápio é mais refinado. Reserve uma mesa antes: 020 7747 2525.

Visite o site oficial da National Gallery para saber mais sobre as programações.

Veja mais Pontos Turísticos de Londres.