Está chegando a hora! Hoje a noite tem Zeca Pagodinho ao vivo no Eventim Apollo, em Hammersmith. O cantor concedeu entrevista coletiva na noite de segunda-feira para falar sobre a apresentação em Londres. show coincide com a comemoração dos 100 anos do samba, completado no dia 28 de novembro. “Pelo que eu já vi ele (o samba) passar, coisas que eu já ouvi e vi, acho que está bem legal, mas tem que melhorar bastante. Nós já conseguimos grandes coisas. Hoje eu tinha que estar em uma grande roda de samba (para comemorar). Mas amanhã eu vou estar”, afirmou. (Foto: Vinícius Gaiotto)

Acompanhado de uma taça de vinho, o sambista chegou ao salão de entrevistas do hotel em que está hospedado na região central da cidade. “Gostar eu não gosto, mas se eu tomar cerveja com esse frio amanhã eu não consigo nem falar”, confidenciou, em relação a sua preferência pela cerveja.

Sobre a distância e a saudade do Brasil, Zeca afirmou que consegue imaginar o sentimento vivido pelos brasileiros que moram fora do país. “Eu estou aqui há sete dias e já estou achando que meu neto já está com 18 anos. Eu saí de lá ele tinha seis. O cachê que eu vou ganhar aqui já foi. Vou gastar tudo em telefone”, brincou.

A situação política do Brasil, que vive uma grave crise política, incomoda o artista. Zeca falou genericamente sobre o tema, e se disse a favor da prisão dos políticos envolvidos em escândalos de corrupção. “Se começar a entrar em cana de verdade, vai pensar duas vezes (antes de roubar). Não pode, as crianças jogadas na rua, paradas no sinal jogando bolinha. (No Brasil) você vê o jornal de manhã, pessoas chorando em porta de hospital. Não dá”.

“Começou a roubar, se roubou uma luva aos bilhões (de reais), tem que ir em cana para o mesmo lugar. Não pode roubar nada. A gente só tem que querer o que é da gente. Eu sempre ensinei isso aos meus filhos: só queira o que é seu. E se puder dividir com os outros, melhor ainda”, completou.

Para a apresentação em Londres, Zeca diz que o público de Londres pode esperar “samba bom, batucada boa eu afinadinho. Espero que vocês fiquem contentes”.  Zeca afirmou que as apresentações anteriores, em Lisboa e Colônia foram maravilhosas. “A resposta do público foi bem bacana. Isso é o mais importante. As vezes não é importante estar cheio, mas é importante ter um público que canta contigo. Isso dá alegria”. A agenda do sambista no continente será fechado com um show em Amsterdam.