Entre os dias 13 e 20 de novembro acontece na O2 Arena, em Londres, o ATP Finals. O torneio reúne os oito melhores tenistas da temporada. O sorteio dos grupos para a edição 2016 aconteceu na segunda-feira. O escocês Andy Murray, que acaba de desbancar o sérvio Novak Djokovic da liderança do ranking, terá um duelo complicado com o suíço Stan Wawrinka (N.3) logo na fase inicial.

O novo número um do mundo caiu na chave McEnroe, com Wawrinka, o japonês Kei Nishikori (N.5) e o croata Marin Cilic (N.7). O grupo é bastante complicado, até porque Murray perdeu os últimos duelos com Cilic, em Cincinnati, e Nishikori, no US Open, além de ter saído derrotado de três dos últimos quatro confrontos com ‘Stanimal’.

“Estou ansioso para disputar esse torneio. Uma vez em quadra, não pensamos no ranking. Vamos medir forças com os oito melhores do mundo”, resumiu o britânico. “Vou tentar tirar alguns dias de descanso, mas vou voltar a treinar na quinta-feira”, completou Murray, que fará sua estreia contra Cilic, algoz de Djoko nas quartas de final em Paris.

O sérvio terá a princípio um caminho mais ameno no grupo Lendl, com duelos contra o canadense Milos Raonic (N.4), o francês Gael Monfils (N.6) e o austríaco Dominic Thiem (N.8). Um sorteio ainda mais favorável quando se sabe que Monfils desistiu de disputar o torneio de Paris por lesão, enquanto Raonic não pôde disputar a semifinal contra Murray na capital francesa por sentir dores nas costelas.

Djoko ainda tem chances de recuperar a liderança se ganhar o torneio de forma invicta. Cada integrante do grupo se enfrenta e os dois melhores colocados de cada avançam à semifinal. Djokovic buscará o hexacampeonato no ATP Finals, depois de levantar o troféu em 2008, quando a competição ainda se chamava Masters Cup, e nas últimas quatro edições. Murray, por sua vez, nunca disputou a final em sete participações.

Pela primeira vez desde 2001, o suíço Roger Federer não participará do Finals. Afastado da temporada para tratar uma lesão no joelho, o Maestro já foi campeão seis vezes.

Nas duplas, Soares e Melo integram o mesmo grupo

O sorteio da chave de duplas também foi realizado, e colocou os brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo no Grupo Edberg/Jarryd. Soares atua ao lado do britânico Jamie Murray, enquanto Melo faz parceria com o croata Ivan Dodig. Além deles, completam a chave Bob Bryan/Mike Bryan e Treat Huey/Max Mirny.

No Grupo Fleming/McEnroe aparecem Herbert/Mahut, Lopez/Lopez, Klaasen/Ran e Kontinen/Peers.

Clique aqui para garantir seu ingresso. Saiba mais notícias de Londres e do Reino Unido clicando aqui.

Com agências internacionais