A queda do avião com a delegação da Chapecoense, na Colômbia, repercute na imprensa britânica nesta quarta-feira. O avião que levava o time catarinense sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), na Colômbia, com 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros e nove tripulantes. A polícia colombiana confirmou que 76 pessoas que estavam a bordo morreram no acidente ocorrido nesta madrugada (29).

O avião, que havia decolado de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, tinha como destino final o município colombiano de Medellín, onde a Chapecoense disputaria as finais da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, amanhã à noite.

noticias-de-londres-

O The Guardian traz o desastre na chamada principal de seu site, com informações atualizadas a todo instante. “Acidente de avião na Colômbia: 76 mortos incluindo membros da equipa da Chapecoense”, diz a chamada principal, em tradução livre. Entre as pessoas que estavam na aeronave, havia jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas. O avião era um British Aerospace 146, gerenciado pela companhia boliviana Lamia.

“Time brasileiro em acidente aéreo na Colômbia”, destaca a BBC. “Avião transportando 81 pessoas, incluindo um time de futebol brasileiro, caiu ao se aproximar da cidade de Medellín, na Colômbia, dizem autoridades”.

noticias-de-londres

O avião teria desaparecido do radar e feito um pouso forçado, devido a uma falha elétrica, em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión. Fontes locais dizem que a aeronave estava a apenas cinco minutos de voo do aeroporto mais próximo, mas o piloto decidiu arriscar o pouso antes. Ele teria, inclusive, esvaziado os tanques de combustível para evitar uma explosão.

noticias-de-londres

O canal de televisão ITV, e os jornais The Independent,  The Times, The Sun, Daily Mail, também trazem conteúdo extenso sobre a tragédia com o avião dos jogadores brasileiros.