Se você costuma pedir comida por telefone ou internet e também costuma frequentar restaurantes, fique atento aos critérios de higiene do estabelecimento. Relatório da Food Standards Agency analisado pelo jornal The Guardian mostra que um a cada 13 restaurantes e um a cada sete takeaways no Reino Unido foram reprovados nos critérios de higiene ou manuseio dos alimentos.

O relatório analisou mais de 460 mil estabelecimentos, e mais de 30 mil foram reprovados, sendo sete mil takeaways e oito mil restaurantes. O ranqueamento é feito com notas de zero a cinco. Uma nota zero quer dizer que o local necessita de melhoras urgentemente (cerca de 1.400 estão nesse nível). Entre zero e dois a nota é considerada preocupante, com três sendo satisfatório.

O critério é o mesmo para a Inglaterra, País de Gales e Irlanda do Norte. Cabe às autoridades locais a responsabilidade dos locais. A Escócia utiliza um sistema diferente, com frases sendo mostradas nos estabelecimentos aconselhando ou não o consumo de produtos. “pass and eat” para locais aprovados, “pass” para aceitáveis e “improvement required” para os que são impróprios.

As 10 melhores áreas para consumo, de acordo com a média de restaurantes aprovados na região são Orkney Islands, north Devon, South Ayrshire, Torridge, Harrogate, Cannock Chase, west Dorset, Suffolk coastal, Anglesey e Daventry.

As 10 piores são Newham, Edinburgh, the Shetland Islands, Islington, Hyndburn, Harrow, Hertsmere, Midlothian, Luton e Ealing.

noticias-de-londres

Manuseamento dos alimentos é um dos critérios avaliados

As notas também variam dentro dos países e regiões. Dez por cento dos estabelecimentos na Escócia precisam de melhoras, comparado com seis na Inglaterra, cinco no País de Gales e dois na Irlanda do Norte.

Os restaurantes não são obrigados e disponibilizar a nota de higiene na Inglaterra e na Escócia. No País de Gales, a medida se tornou obrigatória em 2013, o que foi considerado vital para a melhora nas avaliações. Na Irlanda do Norte, a obrigatoriedade de se mostrar a qualidade de higiene será iniciada em sete de outubro.

Escolas, Colégios e Universidades receberam as melhores avaliações do país com menos de um por cento sendo reprovadas. Takeaways e lojas de sanduíches receberam a pior avaliação, com 15% reprovados. Dos 73 estabelecimentos com os piores resultados, 35 estão em Birmingham.

Uma nota zero não quer dizer que o estabelecimento necessita ser fechado, mas o mesmo será inspecionado após 28 dias para verificar se melhorias foram adotadas. O local pode então pagar £ 160 para ser reavaliado ou esperar até que a próxima avaliação seja agendada, geralmente cerca de seis meses depois, para ter uma nova pontuação.

 

As informações são do jornal The Guardian