Vídeo: Brasileiros em Londres | Angelo Percy

Muitas pessoas me perguntam como está sendo morar aqui em Londres, o que eu estou fazendo, o que eu estou aprendendo?

Bem, num pequeno balanço de quase dois meses. Eu estou aprendendo a:

– A falar inglês corretamente (por incrível que pareça);
– A trabalhar melhor (com novas e intermináveis tecnologias, todo dia surge uma novidade);
– A ser produtivo ao invés de trabalhar rapidamente (Aqui eles sabem fazer direito, mas isso é um capítulo a parte);
– Que o mundo é feito de conexões (Você tem que escolher bem as suas, para não se arrepender);

– Que o frio é psicológico (Quando você está com um bom casaco, gorro e luvas, é claro);
– Que as pessoas são iguais em qualquer lugar do mundo (só que aqui elas têm olhos verdes);
– Que meu cabelo aqui é realmente diferente (As pessoas até pedem pra tirar foto. Sinto vergonha alheia);
– A ter um belo sorriso no rosto. (Isso faz toda diferença aqui, e faz bem pro coração também);

– A ter bons hábitos (Atividades físicas e mentais, diárias);
– A ser educado (ô povinho pra ser educado, putz…! É… acho que isso ainda não aprendi não);
– A dançar salsa (É bom pra alma, corpo e mente. Não necessariamente nessa ordem);
– Tocar violão (Músicas em inglês, tá bom pra ti?);
– Viver em grupo (Isso aqui é pior que Big Brother, acreditem, bem pior (pois no final não tem prêmio de 1 milhão não);
– A cozinhar bem (Morando com italianos, né. Vou virar um Good Chef… ou então um Gordo Chef, acho mais fácil);
– A tomar pelo menos dois litros de água por dia (Isso mudou minha vida, literalmente, pois agora vivo no banheiro de 2 em duas horas, aff);

– Que a qualquer momento as situações podem mudar (Tentar ver sempre o lado positivo das coisas, isso é difícil)
– A ter paciência, isso também é difícil);
– A ter desapego (Que o que é seu agora não vai ser seu pra sempre. Com exceção do celular, é claro);
– A não deixar ninguém roubar seus sonhos (Afinal de contas o sonho é seu, poxa. Cada um com o seu, não é mesmo?);
– A ter paixão pela escrita (O livro esta caminhando, é uma daquelas histórias que nós fazem torcer, sonhar e se emocionar);
– A amar muito mais minha família e os verdadeiros amigos (não tem jeito, só eles vão estar do seu lado, em qualquer situação)

Meu objetivo? Ser uma pessoa melhor do que ontem.
E com isso poder ajudar melhor as pessoas que eu amo, e as que eu não amo também.

Acreditem: Quanto mais forte você ficar, mas gentil você será.
E por fim, que a batalha não é entre o bem e o mal, mas entre o conhecimento e a ignorância.

Texto de Ângelo Percy