A realização do sonho de estudar em Londres é o objetivo de vida de muitos brasileiros. Quem não gostaria de frequentar as melhores universidades do planeta, ou fazer um curso de inglês em um país de primeiro mundo — berço de Shakespeare! — e viver algum tempo mergulhado no caldeirão cultural de uma das cidades mais cosmopolitas do mundo? Sim, estudar em Londres é um investimento que vale muito a pena, mas é bom ser realista e se preparar para os desafios que você terá de encarar. E não serão poucos, acredite. A agência de intercâmbio te mostrou todas as vantagens, mas se esqueceu de falar dos desafios? Então vamos falar deles neste post.

A escola pode não ser o que você esperava

Há casos de estudantes que descobriram que a escola contratada não passava de um cursinho funcionando em um apartamento, sem instalações adequadas, sem biblioteca, sem nenhum suporte ao estudante. Evite decepções: pesquise a escola a fundo, peça informações a quem conhece, leia blogs de quem vive em Londres e veja se a escola de idioma é credenciada pelo British Council. O governo está de olho nelas, mas muitas escolas são só fachada para quem quer entrar como estudante e ficar ilegal no país.

O estranhamento inicial é inevitável

Se você nunca saiu do Brasil, vai achar tudo diferente. Londres é uma cidade em que tudo é grandioso e isso pode ser assustador em um primeiro momento. Comida, lazer, trato com as pessoas, tudo é diferente. E o inglês britânico soa como grego para quem estudou inglês americano no Brasil, então o jeito é acostumar o ouvido. Aos poucos você vai se acostumar com o inglês londrino, indiano, italiano, polonês, coreano e uma variedade enorme de sotaques de imigrantes que vivem lá. O sotaque difere também de acordo com a região do Reino Unido. Tente conversar com um irlandês ou com um escocês e você vai descobrir o que queremos dizer.

Londres é uma cidade cara

Brasileiros vivendo em Londres costumam dizer que “quem converte não se diverte”, então é melhor pensar só em libra e não converter nada para real. Sim, o custo de vida é alto e a libra está mais forte a cada dia, você terá de se adaptar. Se não sabe cozinhar, aprenda pelo menos a preparar omelete e espaguete com molhos variados. Os pratos congelados também são uma boa opção: compre no supermercado e aqueça no microondas, ou siga as nossas outras dicas para comer sem gastar muito.  Compre um Oyster Card, ou arranje um mapa e ande a pé sempre que possível. E para o seu lazer, muitas das melhores atrações de Londres são de graça, aproveite!

A solidão dos primeiros tempos em Londres

Longe do país, da família e dos amigos, é normal se sentir solitário. Você vai perceber que os londrinos não se socializam facilmente com os estrangeiros, então seus amigos provavelmente serão estudantes de outros países que estarão se sentindo tão solitários quanto você. O melhor é morar em residências compartilhadas onde você poderá conhecer pessoas, mas evite morar com brasileiros e falar português, se seu objetivo é aprender inglês. Aos poucos, os convites para o teatro e passeios vão começar a surgir. Deixe a timidez de lado, aceite convites e convide também!

Você terá de se adaptar ao ritmo e às regras da cidade

O ritmo de Londres é frenético. Eles andam rápido, pensam rápido, decidem rápido. Acostume-se você também. Pense com antecedência e entre na lanchonete já com uma ideia do que vai pedir, pois assim que você passar pela porta, o atendente já diz “May I help you?“. Estude o mapinha do metrô que vem com o Oyster Card e entre na estação já sabendo que linha vai pegar. Na rua, peça informações aos policiais, pois as pessoas que passam apressadas podem não estar dispostas a parar. Observe como as pessoas se comportam, mas discretamente. Não vale encarar as pessoas no metrô!

O clima pode ser um desafio ao estudar em Londres

Dores nas costas por causa das roupas pesadas, nariz e boca seca por causa dos ambientes calafetados, caminhar de guarda-chuva aberto na Oxford Street lotada, tirar casaco, cachecol, luvas e gorro quando entrar no metrô ou ambientes calafetados e ter de carregar tudo na mão: no começo é complicado, mas você acaba virando profissional.

Os desafios de estudar em Londres são muitos, mas cada um deles será um aprendizado e as recompensas serão valiosas. Aproveite intensamente cada momento e venha contar suas aventuras londrinas para nós!