O número de policiais armados vai subir para 2.800 a partir desta quarta-feira nas ruas de Londres. O comissário da Polícia de Londres Bernard Hogan-Howe anunciou mudanças operacionais para tranquilizar o público e desestimular terroristas em potencial. Em entrevista à BBC, ele afirmou que a medida é para inibir possíveis ataques como os ocorridos recentemente na França, Bélgica e Alemanha.

 

Porque a Polícia de Londres está se armando mais?

O anúncio veio depois da tragédia em que 84 pessoas morreram atropeladas por um terrorista, quando uma multidão assistia uma exibição de fogos de artifício em Nice, no sul da França há poucas semanas.

Segundo Bernard, “é tolice ignorar” o que está ocorrendo na Europa. Ele disse que quer o aumento de equipes com armas de fogo treinados para confrontar terroristas, ficar visíveis à população e patrulhar o entorno do Big Ben.

No mês de abril, foi anunciado que um efetivo extra de 1.500 oficiais seriam treinados para utilizar armas de fogo na Inglaterra e no País de Gales para ajudar a proteger o público do terrorismo. A Scotland Yard também elevou o número total de oficiais armados de 90 para 365.

Segundo Bernard, o objetivo principal é ter à disposição policiais armados para chegar ao local de uma provável atrocidade rapidamente, minimizar as baixas e neutralizar a ameaça.

Tanto a Polícia como o governo britânico estão providenciando melhorias nunca antes vistas no Reino Unido, e a meta é a mais louvável possível: dar tranquilidade e segurança à comunidade, tão assustada com o aumento da ameaça terrorista.

 

Polícia de Londres

O número de policiais aumentou em 600 e foi para um total de 2.800

 

 

As informações foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.