O atual prefeito de Londres Sadiq Khan, apoiador do movimento que pedia a manutenção do Reino Unido na União Europeia, lamentou a derrota nas urnas. Khan, no entanto, salientou a força de sua campanha em Londres na votação. A capital registrou mais de 2.26 milhões de votos a favor da permanência, contra 1.5 milhões pedindo a saída do bloco. A cidade registrou maioria pelo Remain em 28 boroughs, contra apenas cinco para o Leave.

“Eu ainda acredito que o nosso país está em melhor situação na União Europeia, mas não há dúvida de que Londres continuará a ser a cidade de sucesso que é hoje. A nossa cidade e nosso país vai continuar a ser o melhor lugar do mundo para se fazer negócios. Vamos continuar a olhar para fora e nos envolveremos com o mundo inteiro – incluindo a União Europeia”, afirmou.

Motivo de grande debate entre apoiadores da União Europeia, os imigrantes tiveram espaço no depoimento do prefeito. Descrita como uma “mensagem particular aos quase um milhão de europeus que vivem em Londres”, o prefeito afirmou que todos que contribuem para a cidade “trabalhando duro, pagando impostos e contribuindo para a nossa vida cívica e cultural, é bem-vindo aqui. Valorizamos a enorme contribuição que você faz para a nossa cidade e isso não vai mudar com o resultado deste referendo”.

O primeiro-ministro David Cameron, que anunciou que deixará o cargo até o final de outubro, também foi lembrado pelo prefeito. Ele elogiou “a forma digna ele reagiu à mensagem enviada pelo povo britânico em suas palavras em Downing Street hoje. Estou de acordo com o primeiro-ministro de que a Grã-Bretanha pode sobreviver e prosperar fora da União Europeia”.

As informações foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.