O Reino Unido é o país mais generoso da Europa. Quem afirma é a instituição Charities Aid Foundation em seu relatório anual. O Índice Mundial de Generosidade de 2016, lista realizada pela charity britânica todos os anos, reúne informações referentes a doações monetárias, quantidade de ajuda oferecida a estranhos e voluntariado de 140 países ao redor do mundo.

Na terra da rainha, 69% da população doou alguma verba, enquanto 61% ajudou alguém e 33% fez algum trabalho voluntário. A segunda posição europeia fica com a Irlanda (66%, 56%, 40%, respectivamente) e a terceira com a Holanda (66%, 55%, 33%). Em nível mundial, o Reino Unido é o oitavo colocado.

Pelo terceiro ano consecutivo o país que teve a população mais generosa foi Mianmar. O país asiático teve 91% de sua população doando dinheiro à organizações de caridade, 63% ajudando alguma pessoa e 55% voluntariando nos últimos 10 meses. No segundo lugar da classificação aparece os Estados Unidos, onde 63% dos habitantes do país ajudaram alguma instituição financeiramente.

Na América Latina, o país que tem a posição mais alta da classificação é Guatemala que, com a sua 16ª colocação, é o único país latino que está entre os 20 melhores do mundo. Outros países que melhoram seus lugares na lista em relação aos anos anteriores são Honduras, Costa Rica, Nicarágua e Brasil, que ocupa neste ano a 68ª colocação e que subiu 37 posições.

Na África, o melhor colocado foi o Quênia e no Oriente Médio, foi os Emirados Árabes Unidos. Além disso, a lista também mostrou que o Iraque aparece em primeiro lugar no ranking mundial quando se trata de ajudar um estranho e que o Turcomenistão está no topo da lista em questão de voluntariado.

Para saber as últimas notícias de Londres e do Reino Unido, clique aqui.