A Selva de Calais e as questões envolvendo imigração voltaram a ser o assunto da vez depois que os britânicos decidiram pela saída de seu país da União Europeia.

 

Selva de Calais – motivo de discussão

A cidade francesa de Calais está se tornando novamente o centro das atenções. A região, atualmente com mais  de nove mil pessoas que querem entrar no Reino Unido, já era tema de discussões entre Londres e Paris bem antes do Brexit. Falando ao público numa conferência de imprensa conjunta com David Cameron, François Holande tinha avisado: “Haverá consequências se o Reino Unido deixar a União Europeia. Haverá consequências em muitos domínios, incluindo na questão destas pessoas”, referindo-se à Selva de Calais.

Os imigrantes que se encontram na cidade francesa — somalis, eritreus, sudaneses, sírios, paquistaneses e de outros países — querem atravessar o Canal da Mancha e entrar no Reino Unido. Após o Brexit, cada vez mais os franceses exigem que Londres assuma sua responsabilidade pelo problema.

 

Selva de Calais

O número de imigrantes na Selva de Calais em breve chegará a 10 mil, segundo autoridades francesas

 

Por isso, o ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, e a ministra britânica do Interior, Amber Rudd, reataram nesta semana as discussões políticas sobre a situação caótica da fronteira entre os dois países.

 

Caos na fronteira

Só este ano, centenas de imigrantes tentaram entrar no Reino Unido à força, e recentes agitações na Selva de Calais mantém os agentes bem ocupados tentando impedir as ações.

Há muitas brigas no local. Como exemplo disso, na semana passada, uma pessoa morreu e seis ficaram gravemente feridas quando afegãos enfrentaram sudaneses. A polícia francesa disse que a tendência é piorar, e pediu para que o Reino Unido faça a sua parte na questão.

 

Selva de Calais

Os confrontos no local são maiores e mais intensos a cada dia que passa

 

Líderes do governo francês tentam negociar financeiramente com o Reino Unido para manter a situação na Selva de Calais sobre controle. Mas o que se vê cada vez mais são os efeitos de uma aguda crise migratória, que já ceifou só este ano a vida de mais de duas mil pessoas no Mar Mediterrâneo.

Quer dicas sobre como visitar Londres ou morar na capital do Reino Unido de uma forma segura? Baixe agora mesmo gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso”.