Para dar vida a suas coleções, estilista se mantém antenada com eventos e viagens

Flores dissecadas, gelo e gás hidrogênio.

Pode até soar como algum experimento científico, daqueles vistos apenas em filmes de ficção. Mas estes são apenas alguns dos itens que a estilista thailandesa radicada em Londres, Lisa King, usa para encontrar cores e formas para as estampas de suas coleções de jóias e cachecóis.

‘Trabalho todos os dias no meu atelier, as vezes sete dias por semana, e alguns dias são mais divertidos do que outros. No entanto eu não recomendaria deixar crianças por perto já que nunca sabemos o resultado da maioria dos experiemntos até tentarmos algumas vezes’, diverte-se King, profissional formada pela badalada escola de moda Central Saint Martins, em 2006, e rapidamente viu o seu colorido trabalho ganhar espaço nas prateleiras de lojas de artigos de luxo como Barneys Japan e Fortune and Mason, entre outras.

A sua nova coleção intitulada ‘Ice’ (gelo) acaba de ser exibida na semana de moda de Londres e em março segue para temporada na semana de moda de Paris, uma maratona familiar para a estilista que já trabalhou com grifes como Armani, Calvin Klein, Issa e Diane Von Furstenberg, além de emprestar o seu talento colaborando com projetos tão diversos quanto a criação do novo uniforme do tradicional hotel Savoy, em Londres, e a turnê da cantora Australiana Kylie Minogue.

‘Para mim cachecóis são peças para se colecionar, não apenas um acessório’, defende Lisa King.

Ex-dançarina que trocou os palcos pelo mercado da moda, King usa a experiência no meio artístico para manter a imaginação sempre fresca enquanto fica de  olhos bem abertos para qualquer tipo de manifestação.

‘Inspiração para mim vem de diferentes fontes: viagens, música, dança. Eu acho que quando você consegue encontrar um tempo na sua vida para se enriquecer culturalmente, seja indo a uma exibição ou conhecendo novos lugares, culturas e pessoas, você nem precisa procurar por inspiração, ela vem naturalmente e te acha’, acredita Lisa.

Lisa King: cultura como combustível para inspiração - Fotos: Walterlan Papetti
Lisa King: cultura como combustível para inspiração – Fotos: Walterlan Papetti

 

Outono – Inverno 2015 / 2016

Lucas Nascimento

Após experimentações da última temporada de desfiles, em Londres, o brasileiro Lucas Nascimento voltou as passarelas com uma coleção descontraída e de fácil apelo comercial. Uma variedade de cores e materiais também ajudaram a adicionar glamour a peças que podem ser facilmente usadas no dia-a-dia da mulher moderna.

Fotos: Walterlan Papetti.
Fotos: Walterlan Papetti.

 

Claire Barrow

A semana de moda de Londres continua expandido e, desta dez, além dos desfiles dos grandes nomes da moda  acontencendo na área principal da Somerset House e das exibições dos novos talentos do mercado, o evento também contou com estilistas mostrando o seu trabalho em um novo espaço. Entre eles, um dos destaques foi a estilista Claire Barren, que com suas estampas e cores fortes em exposição solo, não economizou em serigrafias na seda, partindo de uma cor monocromática, e sem medo de adicionar vermelho, amarelo, verde e azul, quando necessário.

Esta, no entanto não foi a primeira que Barrow participou da semana de moda londrina.

Em 2013 a estilista foi escolhida para mostrar o seu trabalho dentro da NEWGEN, projeto que reconhece o trabalho de novos profissionais promissores, e do qual ela viria a partiicpar por três temporadas consecutivas.

 

Fotos: Walterlan Papetti.
Fotos: Walterlan Papetti.

 

DANIELLA BARROS

Talentosa e já figurinha carimbada da London Fashion Week, a estilista portuguesa Daniella Barros toruxe para a passarela londrina uma coleção elegante sem economizar nos tons neutros. A nova coleção foi um dos destaques da Fashion Scoutt na última sexta-feira.

Fotos: Walterlan Papetti.
Fotos: Walterlan Papetti.

 

Marcio Delgado

Twitter: @Marcio_delgado

Site oficial: www.marciodelgado.com