Sonhando em morar fora do Brasil por algum tempo? Esta pode ser a experiência que dará uma guinada em sua vida, pois o crescimento pessoal e as vantagens para o currículo profissional que você terá acumulado ao voltar ao Brasil não têm preço.

Por isso, a escolha de seu destino precisa ser feita com muito cuidado, para que o retorno de seu investimento em tempo e dinheiro seja o melhor possível. Então, acompanhe a minha compilação das melhores cidades para morar fora do Brasil e conheça um pouco mais sobre cada uma.

Sim, eu sei que qualquer lista de TOP qualquer coisa é baseada em critérios pessoais, e por isso, sempre haverá quem concorde e quem discorde dela. Por isso, o principal critério para a minha lista de melhores cidades para morar fora do Brasil tem como fonte os dados da instituição britânica de consultoria para estudos chamada Quacquarelli Symonds ou QS.

Para incluir estas cidades na lista, usei critérios como oferta de boas escolas, comunidade estudantil, oportunidades de emprego e qualidade de vida. Leia o post, escolha a “sua” cidade e comece a fazer as malas!

1. Londres, na Inglaterra

zona-1-de-londres

Apesar de não ser a primeira cidade da lista do QS, vou falar de Londres em primeiro lugar, pois poucas cidades no mundo se equiparam à capital inglesa como centro acadêmico mundial.

No ranking das melhores universidades do mundo, três londrinas figuram entre as vinte primeiras: University College London, Imperial College London e King’s College London. Seja para um curso de graduação, pós-graduação ou doutorado, seja para um curso de inglês, desde o básico até o avançado, Londres é uma aposta sem erro em termos de qualidade de ensino.

Além disso, os recursos à disposição do estudante são top de linha. Um exemplo é a British Library, que oferece um dos maiores acervos do mundo em livros e manuscritos importantes.

Além de centro acadêmico mundial, Londres oferece uma infinidade de atrações culturais, grandes museus, galerias de arte, espetáculos teatrais, agitada vida noturna e parques maravilhosos para a prática de esportes e atividades ao ar livre. É uma das cidades mais cosmopolitas do mundo, uma impressionante mistura de raças e culturas: o mundo se encontra em Londres, incluindo a grande comunidade de brasileiros que vive aqui.

A capital inglesa é também um dos mais importantes centros financeiros do mundo, o que é um atrativo a mais para quem busca uma carreira no setor corporativo. Na verdade, há oferta de trabalho nos mais variados setores para quem preenche os requisitos do governo inglês.

Quer mais vantagens? Morando em Londres, você poderá programar viagens curtas para vários destinos pagando preços bem convenientes se voar com as companhias low cost como a Ryanair e a Easyjet, além de outras. A cidade é servida por nada menos que seis aeroportos de onde você pode voar para qualquer destino da Europa ou do mundo.

E o custo de vida em Londres? Sim, é alto, se comparado com outras cidades desta lista. No entanto, considerando-se o que a cidade oferece em termos de oferta de boas escolas, qualidade de vida, atrações e oportunidades de trabalho, cada centavo de seu investimento valerá a pena.

2. Paris, na França

A capital francesa é a primeira colocada na lista do QS. Mesmo após sofrer atentados terroristas que chocaram o mundo recentemente, sua reputação segue inabalável como uma das melhores cidades para morar fora do Brasil.

Nada menos que dezoito das universidades parisienses figuram na lista de melhores do mundo, incluindo a tradicional Sorbonne, no Quartier Latin. Muitos dos principais filósofos, cientistas, políticos e teóricos de diferentes campos de pensamento das últimas décadas saíram de suas escolas, além de importantes movimentos no campo da literatura, cinema e artes em geral.

A cidade é farta em atrações que figuram entre as mais visitadas do mundo, como a imponente Torre Eiffel, o Museu do Louvre, o Centro Georges Pompidou, o Arco do Triunfo no alto da Avenida Champs Elisées, a gótica Catedral de Notre Dame, a Igreja de Sacré Coeur em Montmartre e tantas outras.

Além de linda, Paris é uma cidade de contrastes. A cidade rica e sofisticada convive em harmonia com a cidade boêmia e alternativa. Cabe a você explorar a cidade e encontrar a “sua” Paris.

Quanto ao custo de vida, apesar de sua fama de cidade cara, Paris ainda leva vantagem também nesse quesito, quando comparada com outros tradicionais destinos para estudantes.

3. Melbourne, na Austrália

Capital do estado de Vitória, a área urbana de Melbourne é a segunda mais populosa da Austrália, atrás apenas de Sidney. Sete das universidades de Melbourne estão na lista das melhores do mundo, e a cidade é considerada a capital cultural da Austrália.

Melbourne sempre aparece em listas de melhores cidades do mundo para se viver e é cheia de atrações como belas praias, vida noturna intensa e clima agradável com uma alta proporção de dias ensolarados por ano. Aproveite os dias de sol para ir à praia ou para desfrutar das belezas do Royal Botanic Gardens, o Jardim Botânico Real, no coração da cidade.

O calendário de eventos culturais oferece atrações durante o ano todo e para todos os gostos, desde festivais de comédia, música e dança a concertos musicais que atraem visitantes do mundo inteiro. Tudo isso sem falar nos eventos esportivos, como o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Austrália e o Aberto de Tênis, um dos cinco Grand Slams, que também acontecem por lá.

As boas oportunidades de trabalho, a qualidade de vida e a diversidade da comunidade estudantil, além das belezas naturais ao seu redor, fazem dessa cidade australiana uma ótima escolha entre as melhores cidades para morar fora do Brasil. O custo de vida pode não ser muito baixo, mas as compensações serão muitas.

4. Sidney, na Austrália

Mais uma boa escolha no continente australiano, a capital Sidney também merece lugar de destaque em qualquer lista de melhores cidades para morar fora do Brasil.

Centro econômico e financeiro do país, a cidade é famosa pelo belo panorama da baía com a ponte e a silhueta moderna da icônica Ópera de Sidney. Generosa em atrações, a cidade oferece uma alta proporção de belos espaços verdes dentro da área urbana e está muito próxima de esplêndidas praias que estão entre as mais belas, não só da Austrália, mas do mundo!

Sidney é considerada uma das melhores cidades para estudantes no mundo. Cinco de suas universidades figuram no ranking QS que aponta as mais importantes do planeta. A combinação de alta qualidade de vida e de ensino faz com que a cidade atraia uma multidão de estudantes internacionais, mesmo que o custo de vida não seja baixo. Afinal, alta qualidade tem um preço que vale muito a pena pagar.

5. Tóquio, no Japão

Para quem se dispõe a alçar voos até o outro lado do planeta, a agitada capital japonesa é mais uma das cidades do topo da lista das melhores para morar fora do Brasil. Tóquio apresenta a maior densidade demográfica do planeta, o dobro da de São Paulo, e mesmo assim, é uma das capitais com menor índice de criminalidade do mundo.

Grandiosa e cosmopolita, a cidade oferece ótimas oportunidades de emprego e de estágios para estudantes. Boa notícia para quem precisa encarar o custo de vida na cidade, um dos mais alto do mundo, se não for o mais alto.

Mesmo contando com treze universidades na lista das melhores do mundo, a comunidade de estudantes internacionais não é muito expressiva em Tóquio. Por isso, a cidade é uma boa escolha para quem quer experimentar uma imersão total na cultura local.

Para não pesar no orçamento, dá para aproveitar as inúmeras atrações gratuitas ou de baixo custo na cidade, como os templos grandiosos, belos parques e museus ao ar livre. Para provar a gastronomia local, uma ótima dica é visitar o imenso mercado de peixes Tsukiji, assistir ao leilão de atum bem cedinho e depois saborear um saboroso sushi ou sashimi em um dos pequenos restaurantes do lugar.

6. Montreal, no Canadá

mo

Esta bela cidade canadense é considerada a capital cultural de seu país, e é outra figurinha carimbada em listas de melhores cidades do mundo, não só para estudantes. Há muito tempo, Montreal é destino de imigrantes vindos de todas as partes do mundo, o que favorece um ambiente de grande diversidade cultural. A movimentada agenda de eventos da cidade inclui importantes festivais internacionais, como o famoso Festival Internacional de Jazz de Montreal.

As atrações que a cidade oferece são muitas. Explore a charmosa Old Montreal, com seus prédios clássicos do séc. XVIII, percorra com calma as ruas históricas, como a Rue Saint Paul Ouest e admire a beleza da Catedral de Notre Dame de Montreal. Caminhe pela orla do Velho Porto e não deixe de visitar o Parque Olímpico e o Biodôme, que reproduz quatro diferentes biomas das Américas, principalmente se você estiver com crianças. Elas vão adorar ver os divertidos pinguins!

Montreal fala muitas línguas: a maior parte da população é bilíngue e fala francês e inglês, além de várias outras línguas em menor proporção. A cidade possui a segunda maior população de falantes de francês do mundo, atrás apenas de Paris.

A diversidade linguística consiste em mais um atrativo para estudantes, nesta cidade que apresenta a maior concentração de universitários per capita da América do Norte.

O índice de criminalidade é muito baixo e o custo de vida é menor do que em muitas outras da lista das melhores cidades para se viver.

7. Berlim, na Alemanha

A cena cultural de Berlim floresceu nos últimos anos e a cidade se transformou em um grande centro de moda, design, artes e música, equiparando-se a Londres e Nova Iorque. Além de centro cultural, Berlim é também importante centro financeiro, o que atrai tanto quem vai à procura de arte quanto quem busca uma carreira em finanças.

Três universidades berlinenses estão na lista das melhores do mundo. E sabe qual é a melhor notícia? Há pouco tempo, o governo alemão determinou a gratuidade do ensino superior no país, inclusive para estudantes estrangeiros. E tem mais: a oferta de cursos ministrados em inglês tem aumentado consideravelmente, o que atrai mais estudantes estrangeiros para a efervescente capital alemã, já que a barreira linguística deixa de ser obstáculo.

Quer mais notícia boa? Berlim é a cidade de menor custo de vida entre as top melhores do mundo para se viver. Merece um brinde — ou vários! — em uma das ótimas cervejarias alemãs.

8. Seul, na Coreia do Sul

Se você não sabia, vou te contar agora: a capital da Coreia do Sul é um dos mais excitantes destinos para estudantes do mundo inteiro e merece seu lugar na lista das melhores cidades para morar fora do Brasil. A vida nunca é monótona em Seul, pois a cidade fervilha de atividades 24 horas por dia.

Desde mercados que nunca fecham a casas de chá de portas abertas durante a noite toda, você encontra o que fazer seja às três da manhã ou às cinco da tarde. Você encontra cultura, história e muita criatividade por onde for. E para relaxar e ficar zen depois de uma maratona de estudos, minha dica é visitar os inúmeros templos budistas ou espairecer em uma sauna ou SPA.

Não muito distante da cidade, o visitante pode desfrutar da esplêndida paisagem das montanhas e percorrer as trilhas de belos parques, como o Bukhansan National Park, que oferece paisagens e vistas impressionantes. Outra atração fora da cidade são os charmosos vilarejos cheios de história que enchem os olhos do visitante.

9. Viena, na Áustria

Voltando ao continente europeu, mais especificamente à capital da Áustria, prepare-se para encontrar uma cidade arborizada, plana e organizada. Viena é frequentemente citada como uma das melhores cidades do mundo para se viver.

A antiga capital do império austro-húngaro ainda conserva a atmosfera de luxo e realeza em seus magníficos palácios e edifícios históricos. Sabe que ainda é possível frequentar um baile de gala à moda antiga nos grandes salões da cidade? Ou ir a grandes concertos de música clássica na belíssima Casa da Ópera de Viena?

As atrações são tantas que só mesmo vivendo durante um tempo na cidade será possível ver tudo. Palácios como o Schönbrunn, o Hofburg e o Belvedere, a catedral de Santo Estevão com seu telhado decorado, os museus e teatros, a famosa escola de equitação, os meninos cantores de Viena, a gastronomia incomparável, tudo é imperdível em Viena.

A majestosa cidade mistura tradição e modernidade, oferece alta qualidade de vida, ótimo transporte público e uma grande rede de ciclovias, além de outras comodidades, e ainda assim é considerada uma das capitais europeias com menor custo de vida.

10. Nova Iorque, nos Estados Unidos

A cidade que nunca dorme não poderia ficar de fora, não é? Nova Iorque é uma das líderes mundiais em uma imensa variedade de setores, como finanças, artes, moda, arquitetura, sem mencionar sua fervilhante vida cultural.

E como era de se esperar, líder também em qualidade de suas escolas e universidades. Com onze universidades em seu entorno figurando na lista das melhores do mundo, a cidade é como um ímã que atrai estudantes do mundo inteiro, mesmo que o custo para viver e estudar na Big Apple seja alto. As oportunidades de emprego também são grandes, então vale a pena investir em seu projeto de morar fora do Brasil e estudar na dinâmica Nova Iorque.

Espero que você tenha gostado de minhas indicações das melhores cidades para morar fora do Brasil. Como toda lista, esta também não é definitiva, claro. Quer acrescentar mais cidades? Estou esperando seus comentários!