O Uber anunciou recentemente que vai colocar nas ruas de Londres pelo menos 50 carros elétricos. De acordo com a companhia, uma parceria com as montadoras Nissan e BYD foi firmada para que o serviço seja disponível. A previsão é que até o final de setembro os carros já possam ser utilizados pelos clientes. De acordo com Jo Bertram, gerente regional do Uber no Reino Unido, a empresa está “comprometida em ajudar a combater os altos índices de poluição na capital inglesa e em todo o país”.

A iniciativa recebe apoio do prefeito Sadiq Khan. Desde sua candidatura ele tem prometido tornar Londres uma das cidades mais “verdes” do mundo, com menores emissões de poluentes por ônibus, instalação de pontos adicionais de recarga de bateria de carros elétricos e tarifas adicionais sobre veículos que mais poluem.

Os modelos usados serão Nissan Leafs e BYD E6. O porta-voz do Uber, no entanto, não citou qual o montante que os motoristas deverão pagar para obter um dos veículos elétricos. A Nissan afirma que cerca de 60% das viagens de Uber em Londres já são feitas em carros híbridos. Ou seja, usam uma mistura de combustível e energia elétrica para se mover.

O plano inicial do Uber será acompanhado por um estudo de três meses para avaliar a capacidade da cidade para recarregar baterias dos veículos. Caso haja sucesso, a intenção é que centenas de veículos elétricos estejam rodando nas ruas da capital inglesa em 2017.