Trabalho em Londres: Chef de Cozinha

A carreira de chef de cozinha em Londres normalmente começa de baixo para cima, isto é, a pessoa pode começar lavando pratos (kitchen porter), depois ser integrada na equipe de cozinheiros e assim, progredir na carreira. Mas há também quem “corte caminho” e tenha a possibilidade de fazer cursos de Chef e começar mais rapidamente a trabalhar.

Se você tiver experiência nesta área, também fica mais fácil. Alternativas não faltam para quem gosta de cozinhar e tem vontade de trabalhar em Londres como chef de cozinha. Veja o vídeo e conheça histórias reais de chefs brasileiros em Londres.

Valter Moreira, Sous Chef, começou lavando pratos e lavando saladas e depois de alguns anos, foi promovido a assistente de Chef. Ele explica que um assistente faz um pouco de tudo e pode substituir o chef quando ele não estiver.

No caso de Junior Menezes, Le Cordon Bleu Chef, o gosto por cozinhar, a sorte e a dedicação têm que caminhar sempre juntos. Ele destaca que é importante começar a carreira de baixo para ganhar experiência e conhecimentos gerais do funcionamento da cozinha em todos os níveis, das coisas mais simples às mais complexas. Você pode começar lavando pratos, depois ajudando a preparar os acompanhamentos dos pratos principais e, em seguida, ficar responsável pelas entradas, sobremesas e assim por diante.

A especialização “Le Cordon Bleu” é uma das mais conhecidas e conceituadas na área gastronômica e, para além de focar na culinária francesa, ensina técnicas de cozimento e como lidar com os ingredientes. No entanto, existem várias formas de se profissionalizar e diferentes cursos de qualificações e especializações. Por exemplo, você pode se especializar em culinária italiana ou então optar por uma vertente mais técnica e fazer um curso de gastronomia.

De acordo com os chefs entrevistados, a profissão de chef de cozinha na Inglaterra é mais valorizada que no Brasil, em termos salariais e de reconhecimento. E também permite uma progressão bem mais rápida na carreira.