Se você deseja vir ao Reino Unido para fazer um curso de graduação ou de pós- graduação você deve, também, aplicar para o visto Tier 4 – “General Student Visa”. Entretanto, para poder aplicar para esse visto com essa finalidade é necessário que o seu nível de inglês seja, no mínimo, B2 (acima do intermediário) comprovado através de testes como IELTS, TOEFL, CAE Cambridge, TOEIC, PEARSON Academic, PET, FCE. Possivelmente, antes de admiti-lo no curso, a universidade irá requerer, entre outros documentos, o certificado deste teste com a nota mínima exigida. A vantagem de se aplicar para estudos universitários é que, com esse visto, você pode trabalhar até 20 horas semanais. Se você aplicar antes de abril de 2012, você ainda poderá se beneficiar com o “post study work route”, algo como trabalho pós-estudos. O “post study work route” permite aos récem-formados trabalharem por dois anos no Reino Unido em período integral.

O processo para adquirir o visto Tier 4 – “General Student Visa” para cursos universitários ou de pós- graduação é o mesmo para cursos de inglês ou de curta duração: é necessário adquirir 40 pontos no Sistema de Pontos (Point Based System- PBS). Vale lembrar que, ao contrário do visto de estudante que só pode ser adquirido ainda no seu país de origem (salvo quando você for residente em um outro país), se você já possui o Tier 4 – “General Student Visa” para cursos de inglês ou de curta duração, você pode se matricular em um curso de graduação ou de pós- graduação ainda no Reino Unido e usufruir das 20 horas semanais que esse visto dá direito. Caso você não atinja o nível de inglês esperado, provavelmente você terá que fazer um ano de College antes de iniciar seus estudos universitários.

Sistema de Pontos (Point Based System- PBS):

30 pontos –  correspondem a sua matrícula na instituição de ensino no Reino Unido – esta deve ser licenciada pela UK Border Agency (Agência de Imigração). A escola deve disponibilizar para o aluno a Confirmation of Acceptance (CAS), algo como confirmação de aceitação, em tradução livre. A CAS deve ser apresentada na hora de solicitar o visto, pois funciona como um sistema que indica o processo no qual o estudante foi aceito pela escola, além de servir como referência para o futuro aluno.

10 pontos – Será definido, basicamente, pela sua conta bancária. Você deve provar ter meios financeiros suficientes para se manter no país durante toda a sua estadia no Reino Unido, sem ter que, para isso, trabalhar enquanto estiver por aqui. A quantidade de dinheiro que você deve ter disponível na sua conta do banco dependerá da duração e local do seu curso, porém esse dinheiro deve ter estado na sua conta por, pelo menos, 28 dias prévios à solicitação do visto. Veja abaixo como funciona:

Londres

£800 (libras) mensais, além do dinheiro necessário para pagar as despesas do curso. Por exemplo, se a duração do seu curso totaliza 9 meses, você deve ter na sua conta, no total, £7.200 (libras), algo em torno a R$19.440. Caso a duração do seu curso seja de um ano, você deve ter, no mínimo, as £7.200 (libras) correspondentes ao ano letivo.

Fora de Londres

£600 (libras) mensais, além do dinheiro necessário para pagar as despesas do curso. Por exemplo, se a duração do seu curso totaliza 9 meses, você deve ter na sua conta, no total, £5.400 (libras), algo em torno a R$14.580. Caso a duração do seu curso seja de um ano, você deve ter, no mínimo, as £5.400 (libras) correspondentes ao ano letivo.

É importante ressaltar que não é mais possível ser patrocinado pelos pais, familiares ou outrem para a solicitação deste visto. Você é quem deve assumir todos os gastos da sua viagem, incluindo as despesas do curso.

Confira aqui uma lista contendo universidades em toda Inglaterra.

Clique Aqui, para mais informações de como obter o visto de estudante – Tier 4 “General Student Visa”.