Se você deseja vir ao Reino Unido por mais de 6 meses para estudar inglês ou um outro curso que esteja abaixo do nível universitário e, principalmente, se existe a possibilidade de extensão da sua estadia uma vez que você esteja morando aqui, você deve aplicar para o visto Tier 4 –  “General Student Visa”. Antes que você aplique para esse tipo de visto, é importante saber que a partir do dia 21 de abril de 2011, esse visto não dá mais direito a trabalho remunerado. Antigamente, muitos se utilizavam deste visto para poder trabalhar e, assim, se manter no Reino Unido. Infelizmente isso não é mais possível. Qualquer tipo de trabalho remunerado com o visto de estudante Tier 4  –  “General Student Visa”, para cursos de inglês ou abaixo do nível universitário, está extremamente proibido no Reino Unido.

Vale lembrar que, para aqueles que receberam o mesmo visto antes do dia 21 de abril de 2011 e ainda estão com o mesmo válido, é permitido trabalhar por 10 horas semanais. Mesmo que você decida renovar o seu visto, você continua com direito de poder trabalhar com remuneração nas horas estipuladas pelo Home Office (Ministério do Interior).

Dreceba no seu email

ebook grátis

17 dicas indispensáveis sobre londres

Super Dicas Valiosas para quem AMA a Terra da Rainha!

O visto Tier 4 –  “General Student Visa” é baseado em um sistema de pontos (Point Based System – PBS). Para que você possa ter seu visto aprovado pelo Consulado Inglês do Rio de Janeiro, você deve satisfazer todas as exigências do Home Office (Ministério do Interior) e atingir um total de 40 pontos. Entenda como funciona:

Para cursos de inglês ou outros cursos abaixo do nível universitário:

30 pontos –  correspondem a sua matrícula na instituição de ensino no Reino Unido – esta deve ser licenciada pela UK Border Agency (Agência de Imigração). A escola deve disponibilizar para o aluno a Confirmation of Acceptance (CAS), algo como confirmação de aceitação, em tradução livre. A CAS deve ser apresentada na hora de solicitar o visto, pois funciona como um sistema que indica o processo no qual o estudante foi aceito pela escola, além de servir como referência para o futuro aluno. Para que você se torne elegível, você também precisará que o seu nível de inglês seja, no mínimo, do nível B1 (nível intermediário), comprovado por um certificado emitido por uma instituição reconhecida pelo British Council (Conselho Britânico). O curso escolhido deve ter carga horária mínima de 15 horas semanais.

10 pontos – Será definido, basicamente, pela sua conta bancária. Você deve provar ter meios financeiros suficientes para se manter no país durante toda a sua estadia no Reino Unido, sem ter que, para isso, trabalhar enquanto estiver por aqui. A quantidade de dinheiro que você deve ter disponível na sua conta do banco dependerá da duração e local do seu curso, porém esse dinheiro deve ter estado na sua conta por, pelo menos, 28 dias prévios à solicitação do visto. Veja abaixo como funciona:

Londres

£800 (libras) mensais, além do dinheiro necessário para pagar as despesas do curso. Por exemplo, se a duração do seu curso totaliza 9 meses, você deve ter na sua conta, no total, £7.200 (libras), algo em torno a R$19.440. Caso a duração do seu curso seja de um ano, você deve ter, no mínimo, as £7.200 (libras) correspondentes ao ano letivo.

Fora de Londres

£600 (libras) mensais, além do dinheiro necessário para pagar as despesas do curso. Por exemplo, se a duração do seu curso totaliza 9 meses, você deve ter na sua conta, no total, £5.400 (libras), algo em torno a R$14.580. Caso a duração do seu curso seja de um ano, você deve ter, no mínimo, as £5.400 (libras) correspondentes ao ano letivo.

É importante ressaltar que não é mais possível ser patrocinado pelos pais, familiares ou outrem para a solicitação deste visto. Você é quem deve assumir todos os gastos da sua viagem, incluindo as despesas do curso.

Clique Aqui, para mais informações de como obter o visto de estudante – “General Student Visa”.