Pensando em aperfeiçoar o inglês e caprichar no british accent ou quer começar um novo capítulo em sua vida em terras londrinas, mas ainda não está 100% convencido? Conheça 10 motivos para se mudar para Londres e acabe já com essa dúvida!

1. O povo londrino

Ok, os nativos de Londres não são exatamente reconhecidos por serem acolhedores e calorosos como nós, brasileiros. Mas você vai se surpreender quando começar a conviver com eles, basta não ficar intimidado com a natureza mais reservada dos londrinos. Seja em Camden, Westminster, Richmond ou Clapham, você vai encontrar um amigo londrino para chamar de seu.

2. O transporte público

No quesito deslocamento, ao mudar para Londres, você só tem a ganhar, já que o transporte urbano permite que você se locomova pela cidade sem nenhum problema.

A opção de transporte mais rápida da cidade é o metrô, o famoso tube ou underground. São 270 estações espalhadas pelas 12 linhas disponíveis. O Overground é o sistema de trens. Você ainda terá a sua disposição bondes e o National Rail, que conecta a Londres a outras cidades inglesas, uma ótima pedida para conhecer um pouco mais sobre o país no tempo livre do trabalho ou dos estudos.

Londres tem uma das maiores redes de ônibus urbanos do mundo, com linhas que operam 24 horas e em horários especiais que circulam após as 23 horas. Há inclusive transporte fluvial no Tâmisa, o London River Service, que não funciona apenas para passeios turísticos. O melhor de tudo é que você consegue planejar sua rota em qualquer um desses transportes por meio deste endereço.

E o que falar dos aeroportos conectados aos destinos mais importantes do mundo, ou da estação St Pancras, de onde sai o trem que leva você para curtir um fim de semana em Paris?

Londres também tem muitas ciclovias e as famosas bicicletas conhecidas como Boris Bikes (uma homenagem ao prefeito da capital Boris Jonhson) disponíveis para aluguel em diferentes pontos da cidade, 24 horas por dia.

3. A cor local

Outro clichê sobre a cidade é que ela é cinza, mas isso é apenas uma questão de perspectiva. A atual área geográfica que hoje corresponde a Londres é resultado de uma combinação da metrópole e de pequenos vilarejos ou cidades que foram absorvidas pela capital. E isso torna Londres uma cidade bem particular, permitindo que você viaje sem precisar sair da cidade, caso esteja a procura de mais agitação ou de um espaço mais tranquilo.

Falando em cores, não se pode esquecer que Londres é uma das metrópoles mais verdes de toda a Europa. Você terá à sua disposição dezenas de parques e de áreas preservadas, como o Hyde Park, Hampstead Heath, Kensington Gardens e o Richmond Park, só para citar alguns.

4. A diversidade gastronômica

Este é outro estereótipo que precisa ser desmistificado: a péssima reputação gastronômica. Tudo bem que Londres já teve seus altos e baixos, mas a cidade se reergueu e transformando-se em um dos maiores destinos gastronômicos do mundo. Prepare-se para descobrir um cardápio que vai além do fish and chips.

A cidade está repleta de boa comida graças também aos sabores trazidos pelos imigrantes, como por exemplo a comunidade indiana, uma das maiores do mundo. Quer comer um autêntico curry sem sair da Inglaterra? Vá até a Brick Lane, no East End, onde você encontra também muitos restaurantes asiáticos. Ah, e se bater uma saudade da feijoada, existem alguns locais que oferecem comida tipicamente brasileira.

5. Educação de qualidade

Se você tem planos de se mudar para Londres para estudar, aproveite a variada e qualificada lista de universidades que a cidade oferece. São 43 instituições de ensino superior, entre elas, algumas figurando entre as melhores do mundo, como a London’s Global University (UCL), a London School of Economics and Political Science (LSE), e a SOAS, voltadas para os estudos sobre a Ásia, África e Oriente Médio. Além das universidades, há escolas especializadas, como a Central St Martins e o London College of Fashion. Londres tem ainda algumas das melhores escolas do país, privadas e públicas.

E que tal aprender uma das línguas mais faladas do mundo, e, de quebra, um dos sotaques mais charmosos de todos? Uma das vantagens de se estudar inglês em Londres é que muitas escolas oferecem aulas gratuitas, as chamadas trial-lessons, que permitem a você escolher a melhor opção.

6. A cidade respira cultura

Você sabia que Londres possui 3 dos 10 museus mais importantes do mundo, a National Gallery, o Britsh Museum e o Museu de História Natural de Londres? E o melhor de tudo é que muitas das visitas a essas galerias e museus são gratuitas.

Se você é um amante da literatura, que tal poder frequentar os parques e pubs preferidos de alguns dos autores mais consagrados da literatura inglesa, como William Shakeaspeare e Charles Dickens?

7. Muitas oportunidades de emprego

Quer trocar o emprego no Brasil e mudar de vez para Londres? Ou pretende apenas uma experiência profissional para incrementar seu currículo? Independentemente de sua opção e, contrariando as estatísticas menos otimistas sobre a oferta de empregos na Europa, a capital inglesa possui muitas oportunidades de emprego. Se quiser mais informações sobre trabalho em Londres, dê uma conferida nesse post aqui.

8. Um dos cenários musicais mais agitados do mundo

Não importa o seu estilo musical preferido, pois sempre haverá a opção de curtir uma boa música em Londres. A cidade é um dos centros musicais mais importantes do mundo e você vai encontrar desde os grandes concertos internacionais, até artistas em início de carreira espalhados em mais de 300 locais entre pubs e casas de espetáculos, e uma média de 17 mil performances por ano, de acordo com o Visit Britain.

9. Mais qualidade de vida

Você sabia que os moradores de Londres vivem em média 5 anos a mais do que a média nacional e que eles têm uma das maiores expectativas de vida do mundo? Não seria nada mal se mudar para uma cidade que preza pela qualidade de vida, não é mesmo?

10. O mundo todo em um único lugar

De acordo com o serviço de imigração inglês, aproximadamente 37% da população que vive em Londres nasceu em outros países, o que acabou resultando na formação de diversas comunidades espalhadas por toda a capital. Além dos indianos, citados acima, as comunidades chinesas, vietnamitas, paquistaneses e turcas também são bastante numerosas. Não é apenas uma visita gastronômica, mas a possibilidade de conviver com culturas diferentes.

E então, pronto para se aventurar em Londres? Não deixe de deixar seu comentário aqui embaixo!