Quando queremos aprender uma nova língua ou mesmo aprimorar o que já sabemos, nada melhor do que morar fora. A experiência de vivenciar a cultura do local e poder conversar com quem é nativo na língua faz toda a diferença para o aprendizado. O problema é que, muitas vezes, esbarramos com problemas e limitações dos vistos. Principalmente, quando a intenção é passar um período maior. O segredo é pesquisar bem as possibilidades para decidir a opção mais adequada. A Inglaterra, por exemplo, é um dos destinos mais procurados e são várias as possibilidades de visto para Londres e demais cidades!

Uma boa opção para quem já se formou e deseja aprender uma nova língua é trabalhar no exterior. No trabalho, é possível ter contato com os colegas e com possíveis clientes, o que melhora, e muito, a vivência da nova língua. No caso de Londres, o visto Tier 5 pode ser uma boa alternativa para você que quer vir conhecer o país e aproveitar para aprimorar o inglês trabalhando.

O Tier 5 como opção de visto para Londres

Se você quiser vir para Londres por um tempo determinado, vale a pena conhecer um pouco mais sobre a modalidade de visto Tier 5. Esse visto de trabalho, normalmente, é concedido para pessoas que vêm fazer um trabalho específico ou por um período mais curto, como artistas e voluntários.

Há, ao todo, seis modalidades do Tier 5:

  • Trabalhador voluntário temporário (Temporary worker — charity worker);
  • Trabalho criativo e esportivo temporário (Temporary worker —  creative and sporting);
  • Trabalho de intercâmbio temporário autorizado pelo governo (Temporary worker —  government authorised exchange);
  • Trabalho temporário de acordo internacional (Temporary worker —- international agreement);
  • Trabalhador religioso temporário (Temporary worker — religious worker);
  • Mobilidade juvenil (Youth Mobility Scheme).

Infelizmente, os brasileiros não se encaixam nos requisitos desse último tipo de Tier 5, o de mobilidade juvenil.

Cada uma dessas modalidades estabelece regras específicas para a obtenção do visto para morar aqui em Londres por um tempo. Vou focar neste artigo no visto específico para o trabalho voluntário, que pouca gente conhece. Aposto que você ainda não tinha pensado nessa possibilidade, não é mesmo?

Conheça o visto de trabalho voluntário em Londres

A modalidade de visto Tier 5 para o trabalho voluntário em Londres é específica para quem quer vir para Londres e realizar um trabalho sem remuneração. Para isso, você deve entrar em contato com um patrocinador, que pode ser uma organização ou instituição que tenha vagas para o voluntariado e que seja licenciada pelo governo.

O trabalho realizado por você deve estar em total sintonia com o realizado pela instituição que ofereceu o emprego. O empregador deve emitir um certificado de patrocínio para que você consiga o visto, além de provar que seu trabalho é importante para a instituição. O visto é obtido por meio de alguns critérios, sobre os quais falarei a seguir.

Saiba as regras para conseguir o visto de voluntário

Como já disse, para vir a Londres trabalhar como voluntário é preciso organizar a documentação necessária, que será analisada de acordo com os seguintes critérios:

  • Certificado de patrocínio: para passar por essa etapa, você deve ter o certificado de patrocínio emitido por uma organização licenciada pelo governo do Reino Unido. Esse certificado deve conter seus dados pessoais e informações detalhadas sobre o trabalho que você pretende realizar aqui em Londres, como função e carga horária.
  • Manutenção (fundos): esse critério exige que você prove que tem condições financeiras de se manter em Londres durante o período que pretende viver na cidade. Nesse caso, há duas possibilidades: você pode provar que tem uma poupança de, pelo menos, £945 em sua conta pessoal, pelo menos 3 meses antes da sua vinda para Londres; ou seu empregador afirmar no seu certificado de patrocínio que ele garante a sua manutenção na cidade e que você não reivindicará benefícios durante o tempo que permanecer aqui em Londres.

Caso você tenha algum documento em português, é necessário traduzi-lo para o inglês. A tradução deve ser certificada, ou seja, deve garantir que a tradução é fiel ao documento original.

Fique por dentro dos direitos e deveres de quem quer o visto de voluntário

Depois de reunir os documentos necessários e conseguir o visto de trabalhador voluntário, é importante também conhecer as regras para permanecer legalmente no Reino Unido. Afinal, você não quer perder o visto e ter que ir embora de Londres por causa de uma pequena falta de atenção às regras, não é mesmo?

Veja quais são os pontos que você precisa prestar atenção:

  • O visto pode ser solicitado até 3 meses antes do início de seu trabalho em Londres, que estará especificado em seu certificado de patrocínio;
  • Para solicitar o visto, você deverá pagar o valor de £230. Se for levar familiares, é necessário desembolsar mais £230 por cada dependente;
  • Você pode entrar no reino Unido até 14 dias antes da data de início de seu trabalho voluntário;
  • Você pode ficar em Londres por até 12 meses ou pelo tempo informado por seu patrocinador em seu certificado de patrocínio mais 28 dias. Será considerado o tempo que for menor;
  • É necessário que você e seus dependentes, se for o caso, paguem um seguro saúde antes da vinda à Londres;
  • É possível que seu patrocinador conceda um certificado de entrada múltipla, o que permite que você saia e volte para o Reino Unido durante sua estadia em Londres;
  • É permitido que você estude durante sua estadia em Londres, desde que você um certificado chamado Academic Technology Approval Scheme. Você pode solicitar o certificado online. Para isso, é preciso o nome completo de seu patrocinador;
  • É permitido também que você trabalhe em um segundo emprego, do mesmo setor, do mesmo nível do trabalho pelo qual você conseguiu o visto, desde que não exceda 20 horas semanais;
  • Você poderá realizar um trabalho previsto na lista de quem possui o Tier 2, mas apenas na modalidade Tier 2 Shortage Occupation. O trabalho deve ser de até 20 horas semanais;
  • O governo do Reino Unido também permite que o voluntário leve a família — ou seja, marido ou esposa e filhos menores de 18 anos. Os maiores de 18 só podem vir se já estiverem no Reino Unido como dependentes. Todos eles devem ter obtido o visto;
  • Não é permitido que você receba remuneração financeira para trabalhar, nem fundos públicos para custear sua estadia;
  • Você poderá pedir extensão de seu visto de trabalhador voluntário, assim como do visto de seus dependentes. A extensão deve ser de, no máximo, 12 meses, ou o período informado em seu certificado de patrocínio, mais 14 dias, o tempo que for menor. Você terá que pagar novamente uma taxa e o tempo de espera pode ser de até 8 semanas.

Viu como vale a pena tentar um visto para Londres na modalidade de trabalho voluntário? É só você se planejar que dá certo!

Minhas dicas foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.