Para você que tem planos de morar por algum tempo no Reino Unido, a carteira de motorista internacional será um documento que você vai querer providenciar, para facilitar seus deslocamentos nas terras da rainha, seja para estudar, trabalhar ou passear. Você vai ter de atender às exigências da lei britânica e passar por testes teóricos e práticos, mas o processo não é muito complicado.

Neste artigo, vamos contar o que você precisará fazer para ter a sua carteira de motorista no Reino Unido. Leia as informações que tenho para você e prepare-se para percorrer as boas estradas britânicas sem nenhum problema com a lei.

A carteira de motorista brasileira é válida no Reino Unido?

Sim, nossa licença brasileira é aceita no Reino Unido durante 1 ano a contar de sua entrada, desde que a data de validade brasileira não expire durante esse período. Isso vale para quem tem visto de turista, de estudante ou de residência. Se você sair do Reino Unido por mais de 90 dias e entrar novamente, o período de 1 ano começa a contar de novo a partir da nova data de entrada. Depois desse período de 1 ano, não é mais possível usar a carteira brasileira. Você terá de providenciar uma licença temporária e fazer um teste de direção antes de ter a sua carteira de motorista definitiva, lembrando que para isso é necessário ter o passaporte europeu.

A carteira provisória

Depois de 6 meses no Reino Unido, você já poderá pedir sua carteira provisória como learner (aprendiz) ao órgão chamado DVLA (Driver and Vehicle Licensing Agency). O visto de turista não permite que você tenha a provisional driving licence, mesmo porque não há como ficar como turista no Reino Unido durante tanto tempo. Só estudantes ou quem tem visto de residência (temporário ou não) poderá solicitar a carteira provisória. Entre neste site  para fazer a solicitação online. A taxa a ser paga é de £34 (cartão de crédito ou débito).

Outra opção é ir aos Correios, onde você encontrará o formulário de graça, juntamente com um pequeno guia explicando o que tem de ser feito. O formulário (D1) e sua foto precisam ser assinados por alguém que tenha endereço permanente no Reino Unido que conheça você há pelo menos 2 anos, e não pode ser parente nem quem more no mesmo endereço. Esta é a parte mais chata: você vai ter de pedir esse favor ao comerciante da esquina, ou ao padre, ao professor, ao bibliotecário, ao advogado ou a alguém que preencha os requisitos. Mande o formulário D1 e os documentos originais pelo correio. Mande os originais, pois cópias certificadas pelos Correios não são aceitas! A taxa a ser paga é de £43 (cheque ou ordem de pagamento postal).

Caso você não consiga cumprir a parte chata de achar algum residente velho conhecido para assinar o D1 e sua foto, você pode autorizar que o DVLA cheque sua identidade junto ao HM Passport Office. Entre em contato com o DVLA e peça orientações. Antes era possível ir pessoalmente até lá, mas a maioria dos endereços físicos foi desativada, incluindo o de Wimbledon, que era o mais central em Londres.

A carteira provisória deve chegar pelo correio dentro de 3 semanas e, obviamente, você não pode dirigir antes de recebê-la. Ela vale como identidade e permite que a pessoa dirija carros, desde que esteja acompanhada, no banco do passageiro, por alguém maior de 21 anos que possua a carteira há pelo menos 3 anos. Com a provisória, você também pode pilotar motos de 125cc (sem levar passageiro), mas terá de passar por um curso rápido de 1 dia em alguma autoescola para motos. O curso se chama CBT (compulsory basic training) e custa em torno de £120. Você não poderá dirigir em autoestradas com a carteira provisória, e o carro ou a moto deverão estar sinalizados com um L (learner) na frente e na traseira do veículo.

O teste teórico

Recebida a carteira provisória, você pode começar o processo de obter a sua full drive licence, a carteira definitiva. Para isso, você terá de passar por um teste teórico e outro prático, que terão a validade de 2 anos e ambos são pagos. Prepare-se para gastar em torno de £23 no teórico e £62 para o teste prático (£75 se precisar fazer o teste à noite ou em finais de semana ou feriados). Os preços são diferenciados para motos, caminhões e outros tipos de veículos. Confira aqui. O órgão que vai agendar os testes se chama DSVA (Driver & Vehicles Standards Agency)

Você precisa passar no teste teórico antes de agendar o prático. São questões de múltipla escolha, testes de percepção visual e estudo de casos sobre o código de trânsito britânico. Você pode testar seus conhecimentos fazendo um teste gratuito neste site aqui. Se você não passar na primeira tentativa, pode marcar outro teste depois de 3 dias e quantas vezes você quiser até conseguir a aprovação.

O teste prático

Vencido o desafio do teste teórico, é hora de partir para o prático. O nível de exigência é alto, prepare-se bem. A procura é grande, então pode ser que só haja data disponível dentro de semanas ou até meses, dependendo da área de Londres. Você passará por um exame de visão e por um teste de direção segura. O teste prático é feito no seu próprio veículo, que pode ser um carro alugado, mas tem de atender a certas exigências.  Não há obrigatoriedade de frequentar autoescola, mas pode ser aconselhável fazer algumas aulas antes de marcar o teste prático. Afinal, você estará dirigindo um carro com volante à direita e em ruas de mão invertida, além de ter de observar algumas diferenças nas regras de trânsito britânicas.

Há um treinamento chamado Pass Plus (não é obrigatório), que consiste em 6 horas de aula de direção em diferentes condições de trânsito e que vai te conceder um desconto no seguro, depois de concluído.

O resultado do seu teste prático será comunicado imediatamente pelo examinador no final do teste. Se você passar, poderá solicitar sua full driving licence imediatamente. O examinador vai te entregar um certificado de que você foi aprovado e fazer a solicitação de sua carteira definitiva, que chegará pelo correio em cerca de 4 semanas. Se por algum motivo a solicitação da carteira definitiva não for feita nesse momento, você terá 2 anos de prazo para encaminhar seu certificado de aprovação e outros documentos exigidos para o DVLA. Depois desse prazo, você terá de fazer os testes novamente.

Caso você não tenha sucesso no teste prático, receberá um feedback do examinador dizendo o que você fez de errado. Outro teste poderá ser marcado depois de 3 dias.

Algumas observações importantes

Há algumas diferenças de procedimentos no processo de tirar carteira de motorista internacional na Irlanda do Norte. Se este é o seu caso, você encontrará informações aqui.

No Reino Unido, você não faz seguro do carro, e sim do motorista. Isso significa que você não pode dirigir o carro do seu amigo se não tiver um seguro, a não ser que ele tenha incluído seu nome no seguro dele como segundo motorista. Fazer o seguro é simples, as seguradoras aceitam que você contrate uma cobertura até para um só dia.

As leis de trânsito no Reino Unido são rígidas, as multas são pesadas (afinal, são em libra!) e são aplicadas na hora. Siga as regras, assim sua estada no Reino Unido será tranquila.

Espero que nosso artigo seja útil para você que quer tirar a carteira de motorista internacional no Reino Unido. Deixe seus comentários no nosso site, queremos saber o que você tem a dizer!