O fato de a libra ser uma moeda muito valorizada em relação ao real faz com que muitos brasileiros pensem que a Inglaterra é um país muito caro de se viver. Mas a verdade é que, para quem mora e trabalha aqui na terra da rainha, o custo de vida acaba sendo bem menor do que morar em uma grande cidade brasileira.

No post de hoje você vai ver que a diferença de preços entre Brasil e Inglaterra é realmente muito grande, mas que o salário inglês é o que rende mais. Uma dica muito importante e que você nunca deve esquecer: para esse cálculo, não converta os valores de real para libra e vice-versa.

Muita gente tem mania de ver um valor em libras e logo fazer as contas para ver quanto ficaria em real, mas isso é errado. Se você estiver morando e trabalhando na Inglaterra, você receberá seu salário e pagará suas contas em libras (£). Então, independente de uma libra valer R$6 ou R$100, seu salário e suas contas terão exatamente o mesmo valor. Confira!

Salário mínimo

Para ter uma noção da diferença de valores entre os dois países, vamos usar o salário mínimo como base de comparação. Na Inglaterra, o salário mínimo é contado por hora e não por mês como no Brasil. Em 2016 uma hora de trabalho na Inglaterra equivale a £7,20. Para saber os valores atualizados clique aqui.

Considerando uma carga horária de 40 horas semanais, como no Brasil, o trabalhador irá receber £288 por semana ou £1.248 por mês, em média. Para chegar ao valor mensal, multipliquei o salário semanal por 52 (o número de semanas por ano) e dividi por 12 (o número de meses por ano). Já no Brasil, o salário mínimo é de R$880 por mês, considerando a carga horária de 40 horas semanais.

Moradia

A moradia com certeza será a maior despesa nos dois países. Claro que os valores vão variar de acordo com a cidade — até mesmo com o bairro —, o tipo de moradia, o tamanho da casa, entre outros fatores.

Vamos considerar um aluguel em Londres, em um bairro um pouco mais afastado do centro da cidade. Se você não se importar em dividir o apartamento ou a casa com outras pessoas, você consegue alugar um quarto por, aproximadamente, £500 por mês, já com as contas pagas.

Pode parecer caríssimo, mas esse valor equivale a pouco mais de 40% do salário mínimo. Se preferir alugar o apartamento inteiro — um apartamento pequeno — o valor irá dobrar ou até triplicar. Em cidades menores da Inglaterra você consegue encontrar apartamentos inteiros por uma média de £550.

Em São Paulo, também em um bairro mais afastado do centro, os valores para alugar um quarto individual em um apartamento compartilhado variam entre R$700 e R$900. Já para alugar um apartamento pequeno inteiro, é necessário desembolsar cerca de R$1.400 reais, o equivalente a mais de 150% do salário mínimo.

Transporte

Londres possui um dos sistemas de transporte público mais eficientes do mundo. Com o Oyster card você pode pegar qualquer ônibus e metrô ilimitadamente por £184 mensais, ou 15% do salário mínimo. A tarifa unitária de metrô é £2,10 e de ônibus £1,40. Confira as zonas.

Em São Paulo, por sua vez, o valor unitário do ônibus ou do metrô é de R$3,80. Considerando que alguém utilize o transporte público 4 vezes por dia, no fim do mês o gasto total será maior que R$300, quase 30% do salário mínimo.

Alimentação

No Brasil, na Inglaterra ou em qualquer outro lugar do mundo o mais barato é fazer compras no supermercado e preparar suas refeições em casa. Em Londres, com menos de 10% do salário mínimo você consegue fazer as compras do mês. Para comprar os itens básicos e alguns “luxos” — como carnes, bebidas e sobremesas —, você irá gastar menos de £100. Uma refeição em um restaurante entre médio e chique custa cerca de £25.

Ainda utilizando a capital paulista como base, é necessário cerca de R$400 mensais para comprar apenas os itens mais básicos, que compõem a cesta básica. Isso equivale a quase 50% do salário mínimo. Para comer fora de casa, uma refeição em um restaurante simples custa cerca de R$15 e em um restaurante caro pode chegar a R$75.

Lazer e entretenimento

Os valores de lazer e entretenimento variam muito de cidade para cidade. Normalmente, estudantes possuem descontos em atividades culturais em ambos os países e isso é uma ótima vantagem para economizar um pouco mais. Outra forma de economizar é comprando os ingressos das atrações online.

Na Inglaterra você irá gastar em média £10 para ir ao cinema e £14 para ir a um pub e tomar três cervejas. Se quiser ir a uma boate, a entrada custa em média £10 e cada cerveja vai te custar £3,50. Se você for ao cinema e a uma boate uma vez por semana, você irá gastar um pouco menos de £100 por mês.

Já em São Paulo, um ingresso para o cinema custa cerca de R$25, sem desconto para estudantes, e a entrada em uma boate não fica por menos de R$50. Indo ao cinema e a uma boate uma vez por semana, você irá gastar cerca de R$300 mensais, sem contar a consumação no local.

Telefonia celular

Na Inglaterra, se você contratar um plano de 24 meses + fidelidade em uma empresa de telefonia, você irá pagar cerca de £35 pelo plano com 4Gb de internet por mês e ainda leva “de brinde” um iPhone. No Brasil, um plano com 3Gb de internet sai por aproximadamente R$100 mensais e, além de ser bem mais caro, a qualidade do serviço de telefonia no Brasil é muito inferior à qualidade da rede na Inglaterra.

Depois de tudo isso, acho que consegui te convencer que a diferença de preços entre Brasil e Inglaterra é enorme e que a Inglaterra é mais barata em todos os quesitos, certo?

Se você busca uma melhor qualidade de vida por um custo menor, vale muito a pena viver por aqui.

Minhas dicas foram úteis? Quer saber mais sobre Londres? Baixe gratuitamente o e-book “Como morar em Londres: 6 passos para o sucesso“.