Londres é um cidade histórica, assim como o Big Ben,  e uma das mais requisitadas por turistas que querem conhecer um pouco mais sobre o velho continente.

Música, esportes, gastronomia, moda e um vasto acervo de passeios e monumentos para quem é apaixonado por história, são alguns dos atrativos que fazem jus a números como os de 2015, quando a cidade foi, pelo segundo ano consecutivo, a mais visitada da Europa, com mais de 18 milhões de turistas.

Alimentando o desejo de muitos de morar em Londres. Dentre esses famosos roteiros escolhemos destacar um em especial.

O que nós vamos abordar nesse artigo? Veja abaixo!

1. História do Big Ben

2. Curiosidades

3. Localização

4. Como chegar

5. Reforma

E mais:

  • O dia em que o Big Ben parou
  • Visita ao palácio de Westminster
  • Quanto custa
  • Como comprar os ingressos
  • Conteúdo adicional

 

 

1. A história do Big Ben

 

Imagem Elizabeth Tower

Imagem Elizabeth Tower

O Big Ben é um dos roteiros mais procurados por quem visita Londres. Muito retratado em séries, filmes e documentários, basta uma breve aparição para associarmos, quase que automaticamente, o relógio a cultura da cidade e do país como um todo.

Quer dizer, não do relógio, já que o termo Big ben refere-se ao sino da torre do parlamento e não ao relógio em si. Essa é apenas uma das curiosidades que cercam um dos destinos mais procurados por quem visita o Reino Unido.

O nome oficial do sino é Great Bell, o do relógio, Great Clock e a torre onde ele reside, Elizabeth Tower. Esta última foi rebatizada em 2012 para comemorar o Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II, uma comemoração ao aniversário de sessenta anos de coroação da rainha.

Antes disso a torre era conhecida apenas como Clock Tower. Ou seja, oficialmente o monumento é chamado de Elizabeth Tower, mas o nome Big Ben continua sendo o mais conhecido e popular entre os turistas.

Agora vamos ver algumas curiosidades sobre a história do icônico relógio de Londres.

 

2. Curiosidades

 

2.1  Ele foi fundado no ano de 1858 e instalado no palácio de Westminster durante a gestão de Sir Benjamin Hal, então ministro de obras públicas de Inglaterra.

 

2.2  Poucas semanas após a sua inauguração o sino parou, o que fez com o que o arquiteto Charles Barry e o relojoeiro Edmund Becket Denison pedissem desculpas publicamente. Esse marca um dos poucos eventos em que o sino apresentou problemas estruturais.

 

2.3 O Big Ben pesa 13 760 quilogramas, seu diâmetro é de 2,74 metros e sua altura é de 2,39 metros. Lembrando que esses números são apenas do sino.

 

2.4  Em 27 de Julho de 2012, ano da mudança de nome da torre, o sino tocou durante 3 minutos para anunciar a abertura dos jogos olímpicos de Londres. Foi a primeira vez que o sino tocou fora de sua programação normal desde o funeral do Rei Jorge VI, em 1952.

 

2.5  Mesmo sendo um dos maiores símbolos da cultura local, que, dentre tantos costumes, é reconhecida por sua pontualidade, o relógio já apresentou problemas de atraso.

Fato não muito comum, mas ocorreu no ano de 1962. E foi justamente no dia da virada do ano. Por conta de uma forte nevasca houve um atraso de cerca de 10 minutos. Esse não foi o único caso de atraso, mas sem dúvidas, até pela época em que ocorreu, é um dos mais lembrados até os dias de hoje.

 

2.6  A Elizabeth Tower possui 96 metros de altura e cada uma das quatro esferas do relógio tem um diâmetro de 7 metros.

 

2.7  Na base de cada um dos relógios está escrito em Latim: OMINE SALVAM FAC REGINAM NOSTRAM VICTORIAM PRIMAM (Senhor, mantenha a salvo a nossa rainha Victoria Primeira)

Essas são algumas das muitas curiosidades sobre o Big Ben. Se você gostou dessas informações, deve estar se perguntando: Mas como faço para conhecer tudo isso de perto? É exatamente isso que vou te responder agora.

 

3. Localização

 

 

Imagem aérea da rota para o Big Ben.

Imagem aérea da rota para o Big Ben.

Mais do que um monumento marcado por grandes histórias e curiosidades, o Big Ben chama atenção por sua beleza escultural e o charme dado pela excelente localização em que se encontra.

Localizado no Palácio de Westminster, também conhecido como sede do parlamento britânico ou casas do parlamento, um dos mais marcantes prédios de Londres e que conta com mais de mil salas e cinco quilômetros de corredores, além de ser próximo a London Eye, dá ao visitante uma série de passeios que vão muito além de fotos em pontos turísticos mais famosos.

 

4. Como chegar

 

big-ben

A caminhada é de aproximadamente 1 minuto.

Para chegar ao palácio você pode desembarcar na estação de metrô Westminster com as linhas Circle, District e Jubilee. E ao sair da estação você praticamente estará em frente ao Big Ben. Cerca de um minuto de caminhada. Tudo muito fácil e prático.

A visita à Elizabeth Tower conta com uma longa subida de aproximadamente 334 degraus que leva ao topo da torre e de encontro ao famoso Big Ben, mas infelizmente esse percurso só pode ser feito por cidadãos britânicos, sendo vetado aos turistas esse tipo de passeio.

 

5. Reforma

 

E entre o final de 2016 e 2020 as visitas estarão indisponíveis para todos, por conta de uma reforma para a restauração de sua estrutura.

A obra, que custará cerca de 29 milhões de libras, será fundamental não só para o relógio, mas também para a torre, que já acumula problemas como rachaduras e vazamentos.

Dentre as mudanças, será feita a instalação de um elevador, melhorando assim a acessibilidade dos que não conseguem subir os 334 degraus.

 

O dia em que o Big Ben parou

 

O relógio mais famoso conhecido mundialmente, que é considerado um dos mais precisos do mundo, durante seus 150 anos, só parou de funcionar em raras ocasiões.

Em 1962, devido a uma forte nevasca que atingiu a capital londrina, o relógio atrasou as badaladas do Ano Novo em 10 minutos e também parou em 1997, perto das eleições que elegeram Tony Blair.

A mais recente parada

 

Foi em maio de 2006, quando deixou de funcionar por aproximadamente noventa minutos, voltando ao normal sem precisar de reparos. Uma das possíveis causas que foi cogitada foi o calor forte que fazia no dia, cerca de 31,8ºC, o dia mais quente até então, desde 1953.

 

Visita ao Palácio de Westminster

 

Parlamento-Bigben

Parlamento-Bigben

A torre não receberá visitas nesse período, mas o palácio de Westminster continuará aberto ao grande público, inclusive turistas. É um passeio bastante interessante e que pode ser feito com o auxílio de um guia turístico.

Os ingressos podem ser comprados online, com certa antecedência, saiba mais clicando neste site parliament.uk.

O tour proporciona ao visitante conhecer um pouco mais do parlamento britânico, câmara dos Lordes, além das estátuas de Winston Churchill e Margaret Thatcher, entendendo um pouco mais de como funciona a monarquia parlamentarista.

Lembrando que em muitos desses locais no interior do palácio é proibido tirar fotos.

 

Custo

 

Preço da visita: Adulto: 25,5 Libras, Criança (5 a 15 anos) 11 Libras e Criança menor de 5 anos tem entrada gratuita.

 

Por fim

Londres sem dúvidas é um dos destinos mais atrativos da Europa e uma excelente opção para quem busca por diversão, cultura e passeios marcantes.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em saber mais sobre como morar, trabalhar, estudar, passear e conhecer as melhores ofertas de empresas brasileiras em Londres?

Baixe gratuitamente o nosso eBook: 17 Dicas sobre Londres.